Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Menina paulista de 9 anos lança canal do YouTube para conscientizar sobre transplante de medula óssea

Nathaly Queiroz é uma simpática garotinha de apenas 9 anos de idade que mora em Diadema, na Grande São Paulo. Ela também é a responsável pelo canal do YouTube Novidades com Nana, que já conta com mais de 1 500 inscritos e 30 vídeos. Por meio dos registros, a menina fala mais a doença rara que […]

Por VEJASP Atualizado em 26 fev 2017, 09h32 - Publicado em 28 set 2016, 19h41

ABRE01

Nathaly Queiroz é uma simpática garotinha de apenas 9 anos de idade que mora em Diadema, na Grande São Paulo. Ela também é a responsável pelo canal do YouTube Novidades com Nana, que já conta com mais de 1 500 inscritos e 30 vídeos. Por meio dos registros, a menina fala mais a doença rara que enfrenta todos os dias: a Síndrome Hemofagocítica.

+ Silvio Santos tem reação inusitada após ser “hipnotizado” neste domingo (25)
+ Claudia Leitte revela que irá lançar carreira internacional e novidade vira piada

A enfermidade acomete a medula óssea e traz diversas complicações. No primeiro vídeo do canal no YouTube, Nathaly fala sobre a doença de maneira muito bem humorada: “Oi, gente, tudo bem com vocês? Eu vim gravar um vídeo falando por que eu tenho esse rostinho aqui“, brinca a menina, com um sorriso. Até o momento, são mais de 900 visualizações. Assista: 

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=6RHnpA-2Bxk?feature=oembed&w=500&h=375%5D

Na mensagem, ela fala que foi para a praia com o pai e, antes de voltar para a casa, descobriu que tinha a rara Síndrome. “Por isso que eu perdi o meu cabelo um pouco, porque estou fazendo quimioterapia. Mas ele vai crescer depois. E também por isso que eu fiquei com esse bochechão aqui”, explica Nathaly.

Ao blog O VIRAL, do Jornal do Comércio, a garota conta que não por ir à escola e fica muito tempo em casa. Ela ainda revelou o que a motivou a criar o canal no YouTube: “Eu via muito vídeos de crianças fazendo, aí eu fiquei com vontade de fazer. Então a minha amiga Rayssa fez um canal no YouTube. E também porque eu não estou podendo ir à escola. É uma maneira de eu me distrair e divulgar a importância da doação de medula óssea“, explicou a menina.

Além das sessões de quimioterapia, Nathaly também precisa de um transplante de medula óssea. A boa notícia é que a menina já encontrou um doador compatível: no momento, ela está fazendo exames e se preparando para o procedimento, que deve acontecer em novembro de 2016.

Dê sua opinião: E você, o que achou da incrível história de Nathly? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Continua após a publicidade

Publicidade