Clique e assine por apenas 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Novidades da cultura pop e da internet

Placa de salão de cabeleireiro provoca polêmica no Facebook

Inconformada, mulher fez o clique da mensagem e publicou a foto nas redes sociais. Em poucos dias, o clique já conta com mais de 500 compartilhamentos

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 21 Mar 2017, 17h24 - Publicado em 21 Mar 2017, 17h13

A nova “norma” de um salão de beleza na cidade de Memphis, nos Estados Unidos, está provocando revolta na internet. A discussão começou após uma jovem chamada Deshania Ferguson tirar a foto de uma placa do estabelecimento sobre uma cobrança extra na hora da pedicure. O motivo? O “sobrepeso” das clientes.

Nos desculpem, mas se você estiver acima do peso, será cobrado 45 dólares (cerca de 140 reais) pela pedicure em virtude de taxas de serviço para as profissionais“, avisa a placa clicada pela jovem e publicada no Facebook, onde a mensagem já foi compartilhada mais de 590 vezes e recebeu inúmeros comentários de mulheres insatisfeitas com o serviço. “Fui fazer as minhas unhas no salão de cabeleireiro e eles tinham esta placa pendurada. Tão rude!“, comentou Deshania na internet. Confira: 

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10212386583558901&set=a.1216238725334.2033330.1209819752&type=3&theater

Não se sabe quem é o profissional responsável por determinar que mulher está, ou não, “acima do peso”. A publicação de Deshania no Facebook chamou a atenção e uma rede de televisão local quis saber mais sobre a polêmica. A WREG foi até o Rose Nails, salão de cabeleireiros responsável pela regra. O dono do negócio, Son Nguyen, alegou que a placa não pertence ao estabelecimento.

Continua após a publicidade

No entanto, o empresário afirmou que o seu negócio irá negar serviço a pessoas que ele considere “acima do peso” porque as manicures têm problemas para tratar desses clientes — ele também afirma que duas de suas cadeiras já quebraram anteriormente por causa desse “problema”. No Facebook, muitos consumidores expressaram revolta: “Eu consigo entender o que eles querem dizer, mas eu jamais compartilharem uma placa tão rude e desrespeitosa. Faz parte do negócio, acomode os seus clientes“, comentou uma jovem.

Eu sou uma manicure e estou estupefata com esta placa“, criticou uma internauta. “Eu não consigo acreditar que um negócio sério colocaria uma regra como essa“, desabafou uma jovem. As informações são do site HelloGiggles.

Dê sua opinião: E você, o que achou da mensagem publicada pelo salão de cabeleireiros? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

Publicidade