Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Karol Conká: “É óbvio que eu estou em desequilíbrio, preciso me tratar”

Eliminada com recorde de rejeição, a rapper diz que se arrepende de entrar no programa e se comparou à vilã 'Carminha'

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 24 fev 2021, 10h54 - Publicado em 24 fev 2021, 10h42

A rapper Karol Conká foi eliminada nesta terça-feira (23) com o recorde de rejeição: 99,17%. Anteriormente, a marca pertencia ao penúltimo eliminado, Nego Di. Como é feito com todos os participantes que deixam a casa, nesta manhã de quarta-feira (24) Karol bateu um papo com Ana Maria Braga, no qual assumiu a culpa pelos seus atos e se comparou às vilãs Carminha e Nazeré, mas afirmou que essa não é sua personalidade real.

Ela disse ainda que se arrependeu de ter entrado no programa. “Eu me arrependo. Sabe porquê? Se eu soubesse que ia ser desse jeito, que eu ia chegar toda estragada lá dentro, eu não teria entrado, porque acho que o Brasil não merece esse tipo de entretenimento, minha família não merece passar por esse tipo de situação que está passando agora, sendo ameaçada por pessoas sem noção. Eu acho que o erro foi meu, meu filho, minha mãe, meu irmão, meus parentes não têm nada a ver com isso”.

Karol falou que se perdeu no jogo. “Sabia que estava errada e fui invadida por uma amargura. Eu me perdi no jogo, me entreguei a esse lado azedo. Sou a nova Carminha, Nazaré, mas a vilã que vocês viram não é real do lado de fora. Eu surtei dentro da casa, me despertaram demônios, reconheço o meu erro e vou tentar melhorar”, afirmou Karol.

Continua após a publicidade

Durante a conversa, ela afirmou que pensou em desistir várias vezes do game e disse que sentiu remorso do que estava representando na casa. “É óbvio que eu estou em desequilíbrio. Eu preciso me tratar. A personagem vilã existiu quando entrei na casa. Óbvio que eu tive momentos de explosão fora, mas não como dentro da casa. Eu já fui agredida, mas não reagi dessa forma”.

Sobre a casa, ela reconheceu que se excedeu na briga com a influencer Camilla de Lucas e também com outros participantes. “Me arrependo, acabei jogando a minha perturbação para as pessoas e deixando elas tristes na casa”. 

Karol comentou também sobre seu relacionamento com Gil, quando falou para o doutorando em economia que o considerava um finalista para se aproximar dele. “Ali é um jogo, não tem como você estar na casa e não arquitetar relações. Lá dentro você não tem outra forma de jogar”.

Sua principal parceira durante o BBB, Lumena, ficou muito abalada com a eliminação e a rapper acredita que isso aconteceu pois ela vai sentir falta da parceria e virar alvo na casa. “Falei que quem se relacionava comigo acabava se queimando. Espero que ela consiga fazer o que eu não consegui e enxergar o jogo como ele é”.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

  •  

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade