Kanye West e Kim Kardashian “desmascaram” Taylor Swift e cantora responde nas redes sociais

Em 2009, o rapper Kanye West interrompeu o discurso da cantora Taylor Swift durante o MTV Music Awards. Na época, ele resolveu invadir o palco da premiação para protestar a favor de Beyoncé, que perdeu o prêmio mais importante da noite. E foi assim que começou a maior briga do mundo pop, que dura até os dias de […]

ABRE01

Em 2009, o rapper Kanye West interrompeu o discurso da cantora Taylor Swift durante o MTV Music Awards. Na época, ele resolveu invadir o palco da premiação para protestar a favor de Beyoncé, que perdeu o prêmio mais importante da noite. E foi assim que começou a maior briga do mundo pop, que dura até os dias de hoje e que, neste domingo (17), teve uma virada inesperada: a esposa do rapper, a socialite Kim Kardashian, publicou vídeos mostrando que a cantora havia dado permissão para que o músico gravasse uma faixa que, mais tarde, ela rejeitou.

No começo de 2016, Kanye West lançou uma música chamada Famous, que provocou muita polêmica com a frase: “I think that me and Taylor might still have sex/I made that bitch famous” (“Acho que eu e Taylor ainda podemos fazer sexo/Eu fiz essa vadia ficar famosa”). A composição, é claro, falava sobre a infame premiação de 2009.

Taylor disse que não aprovou a música. Já Kim Kardashian afirmou que não só a cantora havia aprovado a letra, como ela teria registros em áudio da suposta aprovação. Durante o Grammy de 2016, Taylor mandou uma suposta “indireta” para o músico ao aceitar um prêmio. “Sempre haverá pessoas tentando se apropriar dos créditos da sua fama”, alfinetou.

sub-buzz-2216-1468812554-1

A discussão já dura MESES. Entrevistas foram dadas, anúncios de assessores foram feitos, publicações no Instagram foram compartilhadas. Agora, neste domingo (17), Kim Kardashian resolveu compartilhar em seu perfil do Snapchat trechos da conversa que Taylor Swift teve com Kanye West sobre a música. Por que o registro é tão importante? Bom, previamente, a cantora tinha afirmado que não foi consultada pelo rapper antes do lançamento. Os áudios publicados pela socialite mostram que não foi bem isso o que ocorreu

+ Mãe compartilha foto mostrando lado “sem censura” da maternidade e faz sucesso
+ Homem surpreende esposa com cetenas de rosas no último dia de quimioterapia

Os vídeos mostram que Taylor aprovou a composição e, em nenhum momento, acusou a letra de ser misógina (algo que ela fez após o lançamento do single). Ela considerou a frase “I feel like me and Taylor might still have sex” como um “elogio”: “Quer dizer, eu não acho que ninguém vá escutar isso e pensar ‘nossa, isso foi realmente um fora, ela deve estar chorando por causa disso’“, diz a cantora na gravação. Assista: 

//instagram.com/p/BH_Ls4kAaIK/embed/
//instagram.com/p/BH_L1uog1z3/embed/
//instagram.com/p/BH_L-EZgYzz/embed/

São muitos vídeos e nós só publicamos alguns aqui no Pop! — clique aqui se você quiser assistir à conversa inteira. Vamos recapitular, certo? Kanye West lança uma música com uma menção a Taylor Swift. A cantora diz que nunca aprovou a divulgação do single. A esposa do rapper diz que ela tem vídeos que provam que a artista sabia sim de tudo. Taylor continua negando e agora, meses após o começo da briga, Kim Kardashian publica os registros em seu perfil oficial no Snapchat.

Mas não parou por aí: após a divulgação dos vídeos, Taylor Swift publicou uma carta aberta aos fãs em suas redes sociais, com o nome “aquele momento em que o Kanye grava a sua ligação secretamente e a Kim Kardashian publica na internet“. Confira: 

Onde está o vídeo do Kanye dizendo que ele me chamaria de ‘vadia’ na música? Ele não existe porque nunca aconteceu. Você não pode controlar a resposta emocional de uma pessoa que acabou de ser chamada de ‘vadia’ para o mundo inteiro. É claro que eu queria gostar da música. Eu queria acreditar no Kanye quando ele me disse que eu iria amar a música. Eu queria que nós tivéssemos uma relação amigável. Ele prometeu que tocaria a música para mim, mas nunca o fez“, começa Taylor Swift no desabafo.

Eu queria apoiar o Kanye durante a ligação, mas você não pode ‘aprovar’ uma música que você nunca ouviu. Ser falsamente descrita como uma mentira quando eu nunca fiquei sabendo da história toda ou nunca ouvi nenhuma parte da música é assassinar um personagem. Eu gostaria de ser excluída dessa narrativa, uma que ninguém me pediu para que eu fizesse parte, desde 2009“, conclui a cantora — ouch?

 

Taylor Swift é uma falsa manipuladora? Provavelmente. O Kanye West é uma maníaco megalomaníaco? Também. Kim Kardashian quer atrair mais audiência para o seu reality show? Definitivamente! Confira os melhores comentários: 

Julho de 2016 definitivamente não está sendo um mês fácil para Taylor Swift: vale lembrar que, na semana passada, o ex-namorado da cantora, o britânico Calvin Harris publicou uma série de tuítes acusando a cantora de ser “falsa” e tudo mais. PE-SA-DO!

Dê sua opinião: E você, quem acha que está com a razão nesta briga toda? Kanye West? Taylor Swift? Kim Kardashian? Ninguém? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s