Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Após desabafo de Fiorentino sobre traição, internautas apontam modelo

"Uma grande amiga minha ficou com meu, até então, noivo. E ela ia ser minha madrinha de casamento, ajudou a escolher o vestido e tudo"

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 5 fev 2020, 13h57 - Publicado em 18 jul 2018, 17h26

Nesta terça (17), a ex-modelo Isabella Fiorentino chamou atenção ao desabafar sobre traição em bate-papo com o jornalista Álvaro Leme — clique aqui para relembrar. Na conversa, ela revelou que uma amiga ficou com seu noivo: “Uma grande amiga minha ficou com meu, até então, noivo. E ela ia ser minha madrinha de casamento, ajudou a escolher o vestido e tudo. Foi uma coisa bem chata, fiquei bem magoada, muito doída“.

Na internet, os comentários de Isabella levantaram suspeitas. Os fãs da apresentadora do SBT acreditam que ela estaria falando de Gisele Bündchen. Em 2002, Isabella era noiva do empresário Rico Mansur. A dupla iria se casar em setembro, adiaram o casamento para dezembro, até que romperam o relacionamento. Após o fim do noivado, Rico assumiu o namoro com a hoje mulher de Tom Brady, que era amiga da apresentadora — as duas deram os primeiros passos nas passarelas juntas e Isabella já revelou que foi Gisele a responsável por ajudá-la a vencer a anorexia.

Pouco tempo após assumir o namoro com Rico Mansur, Gisele terminou o relacionamento e reatou com o ator Leonardo DiCaprio, com quem namorou por cinco anos. Na época, Isabella não revelou a traição. Confira a repercussão: 

No entanto, o boato foi desmentido por Álvaro Leme no programa “Melhor da Tarde” desta quarta (18). No bate-papo, ele revelou que não se trata de Gisele Bündchen, e que a pessoa que traiu Isabella estaria no meio empresarial.

Dê sua opinião: E você, o que achou da suposição? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Continua após a publicidade
Publicidade