Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Usuários da Apple e do Google protagonizam discussão inusitada

Você usa iPhone ou um celular Android? Os internautas descobriram que há uma diferença interessante entre os dois aparelhos: no emoji de hambúrguer

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 30 out 2017, 19h36 - Publicado em 30 out 2017, 19h33

Uma discussão inusitada tomou conta das redes sociais na tarde desta segunda (30). Você usa um aparelho da Apple ou um smartphone com Android? Pois os usuários descobriram um “detalhe” importantíssimo que divide os dois sistemas operacionais: o emoji do hambúrguer.

Especificamente, a ordem em que os ingredientes do desenho são dispostos na versão para iPhone e para Samsung, por exemplo.

Nos celulares produzidos pela Apple, o hambúrguer é composto da seguinte maneira: pão, alface, carne, queijo, tomate e pão. A diferença para os smartphones Android é simples, mas significativa. O sanduíche é “montado” com pão, queijo, carne, tomate, alface e pão. Mas, afinal, qual é a melhor maneira de montar o popular lanche?  Confira: 

A discussão é tanta que o CEO do Google, Sundar Pichai, prometeu comentar a polêmica envolvendo o emoji o mais rápido possível. O problema? Muitos usuários acreditam que tanto a Apple, como a empresa responsável pelo sistema operacional Android erraram: fãs do sanduíche apontaram que a alface nunca pode estar em contato com a carne, enquanto outros acreditam que o queijo deve estar acima do produto, e não abaixo — como no Google.

  • No meio da discussão acalorada, Jeremy Burge, editor da Emojipedia, entrou em contato com redes de hamburguerias para descobrir qual a ordem mais usada pelos restaurantes. A pesquisa do profissional sugere que a maioria das pessoas prefere que o lanche seja montado da seguinte forma: pão, alface, queijo e, então, a carne. Será? Quem está certo? Dê a sua opinião:

    As informações são do site Mashable.

    Dê sua opinião: E você, o que achou da discussão? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

    Continua após a publicidade
    Publicidade