Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Galvão Bueno comete gafe e pede para atleta cadeirante ficar de pé durante hino

Com longas maratonas de transmissão ao vivo, as emissoras de TV estão batendo recordes de gafes na Olimpíada do Rio. Na noite de quinta (18), não foi diferente. Terminada a final dos 200m, com a vitória do jamaicano Usain Bolt, o narrador Galvão Bueno, na Globo, decidiu pedir para que todos os convidados no estúdio […]

Por VEJASP Atualizado em 26 fev 2017, 10h41 - Publicado em 19 ago 2016, 10h59

galvaofernando

Com longas maratonas de transmissão ao vivo, as emissoras de TV estão batendo recordes de gafes na Olimpíada do Rio. Na noite de quinta (18), não foi diferente. Terminada a final dos 200m, com a vitória do jamaicano Usain Bolt, o narrador Galvão Bueno, na Globo, decidiu pedir para que todos os convidados no estúdio ficassem de pé para cantar o hino da Jamaica, terra do astro do atletismo. O detalhe: um dos comentaristas da noite, Fernando Fernandes, é cadeirante.

+ Uma imagem da torcida emocionou o público na festa do ouro da vela

A ideia era que o humorista Marcelo Adnet cantasse o hino do país. “Vamos lá, todos de pé, por favor, que nós vamos ouvir com muito respeito o hino da Jamaica”, pediu Galvão. Logo depois, Fernando percebeu a gafe e fez uma brincadeira.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=_Jn6bhWbnXQ?feature=oembed&w=500&h=281%5D

Nas redes sociais, o momento rendeu muitos comentários. Confira:

Deixe sua opinião e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Crédito da imagem: Reprodução/TV Globo
Continua após a publicidade
Publicidade