Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Fã vai parar no hospital após “chorar demais” em Vingadores — Ultimato

Após o fim da sessão, a jovem foi levada imediatamente ao hospital pelos amigos, onde médicos notaram que ela tinha dificuldades para respirar

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 29 abr 2019, 18h18 - Publicado em 29 abr 2019, 18h11

Se você já foi ao cinema assistir Vingadores — Ultimato, sabe que é difícil conter as lágrimas durante as mais de três horas de duração do 22º filme da Marvel. Uma fã, no entanto, acabou exagerando um pouquinho na dose e foi parar no hospital. O caso aconteceu na China. As informações são do Daily Mail.

A jovem de apenas 21 anos de idade, conhecida apenas pelo pseudônimo Xiao Li, assistiu à pré-estreia da produção na meia-noite de quarta-feira (24) na cidade de Ningbo. A mulher teria chorado durante toda a duração do filme de ação. Após o fim da sessão, a fã foi levada imediatamente ao hospital Mingzhou pelos amigos, onde médicos notaram que ela tinha dificuldades para respirar. Também foi reportado que as mãos de Xiao não paravam de tremer.

“Após observarmos os sintomas, nós acreditamos que ela chorou demais, o que levou às dificuldades para respirar”, disse o médico Yuan Liyan após o tratamento de Xiao. Os médicos aplicaram uma terapia hiperbárica. A condição da paciente melhorou pouco tempo depois. Xiao Li, no entanto, não foi a única fã que sofreu com a estreia de Ultimato: em Hong Kong, um espectador apanhou do lado de fora de um cinema após revelar o roteiro do filme para pessoas que esperavam para assistir à produção.

Dirigido pelos irmãos Russo, Vingadores — Ultimato bateu recordes na China já na noite de estreia, rendendo mais de 100 milhões de dólares — esta é a maior estreia na história do país asiático. O filme chegou aos cinemas chineses no dia 24 de abril, dois dias antes da estreia nos Estados Unidos. Apenas nos primeiros dias, o filme foi exibido cerca de 258 000 vezes no país asiático.

Dê sua opinião: E você, o que achou da história? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

Continua após a publicidade
Publicidade