Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Este professor universitário enlouqueceu a web com questão final de sua prova

Uma pergunta para lá de intrigante está tomando conta da internet na tarde desta quinta (16). Um professor de psicologia da Universidade de Maryland adora brincar com seus alunos — e colocar em prática as teorias que ele ensina em sala de aula. Mas ele foi um pouquinho longe demais. + Pai e filha comemoram aniversário com atos […]

Por Tatiane Rosset Atualizado em 26 fev 2017, 15h35 - Publicado em 16 jul 2015, 20h18

enhanced-9237-1437007239-1

Uma pergunta para lá de intrigante está tomando conta da internet na tarde desta quinta (16). Um professor de psicologia da Universidade de Maryland adora brincar com seus alunos — e colocar em prática as teorias que ele ensina em sala de aula. Mas ele foi um pouquinho longe demais.

+ Pai e filha comemoram aniversário com atos aleatórios de bondade
+ Casal encontrou a maneira perfeita de compartilhar o vídeo de seu noivado

Desde 2008, Dylan Selterman (o docente engraçadão) propõe a mesma pergunta na prova que aplica no fim do curso: “Aqui você tem a chance de conseguir pontos extras na sua prova final. Escolha se você quer ganhar 2 ou 6 pontos adicionais“. Parece simples, não?

No entanto, a “generosidade” do professor tem um porém: “No entanto, se mais de 10% da sala selecionar a opção dos 6 pontos, ninguém ganhará crédito extra. Suas respostas serão anônimas para o resto da classe, apenas eu verei a opção“, termina o professor. A imagem invadiu a internet após um calouro publicar a pergunta no Twitter:

Continua após a publicidade

O professor Selterman contou ao Buzzfeed que o propósito da questão é reforçar conceitos sociais da psicologia como a “tragédia dos comuns” e o “dilema do prisioneiro”. A pergunta força os alunos a sentir as consequências de ignorar o que é melhor para o grupo ao agir de maneira egoísta. A maioria responde “6 pontos”, apesar de saber que isso colocará em risco o prêmio que a turma poderá ganhar. Se todos marcassem “2 pontos”, teriam a nota aumentada.

A classe do calouro não faturou nenhum ponto extra: mais de 10% dos alunos assinalaram a opção de 6 pontos. No entanto, isso não é novidade: nos últimos sete anos, apenas uma das turmas acertou a resposta.

Dê sua opinião: O que você achou da resposta — e da perspicácia — do professor? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Continua após a publicidade
Publicidade