Clique e assine por apenas 5,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Um projeto do É de Casa não agradou os telespectadores neste sábado (13)

"Falando de Páscoa também, vai ter dar uma ideia que é para você decorar, dar de presente e ainda fazer um dinheiro extra", declarou Zeca Camargo

Por Redação VEJA São Paulo - 13 abr 2019, 11h38

É de Casa sempre chama atenção com projetos artísticos pra lá de diferentes. Neste sábado (13), no entanto, uma sugestão da atração não convenceu os telespectadores — e ainda foi questionada on-line. “Falando de Páscoa também, vai ter dar uma ideia que é para você decorar, dar de presente e ainda fazer um dinheiro extra”, declarou Zeca Camargo ao apresentar o projeto da artesã Lu Gastal.

A profissional ensinou os telespectadores do É de Casa a fazer ovinhos recheados com bala de goma e chocolate. “Mas para ele ficar bonito, com jujuba dentro e tudo, dá um trabalho, mas é um trabalho que é um prazer, e fica bonito mesmo!”, disse o apresentador — e ele não estava brincando. No quadro de pouco mais de 12 minutos, Lu Gastal revelou que é necessário quebrar, com delicadeza, os ovos, lavá-los e secá-los. Para decorar os ovinhos, a artesã usa folhas de ervas frescas, como hortelã, e também corantes naturais ou alimentícios.

O problema? Os telespectadores acharam a brincadeira trabalhosa demais — e alguns acharam o valor sugerido para as guloseimas um pouco caro demais. “Enquanto eu como mais um aqui, me diz, quanto você gastou para fazer isso?”, questionou o apresentador. “Zeca, eu gastei menos de um real! É super econômico!”, explicou Lu Gastal. Ao ser questionada por quanto o telespectador poderia vender uma cesta com os ovinhos recheados, a artesã respondeu: “Pode vender cada casquinha por 5 a 7 reais, por que dá trabalho, né?”, justificou — clique aqui para assistir ao momento. Confira a repercussão:

Dê sua opinião: E você, o que achou do É de Casa deste sábado (13)? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

Continua após a publicidade
Publicidade