Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Duas amigas unem forças para transformar a vida de garotinhas com câncer em conto de fadas

Duas mães do Alasca encontraram uma maneira superfofa de ajudar garotinhas com câncer a realizar os seus sonhos: juntas, Holly Christensen e Bree Hitchcok fundaram o Projeto Magic Yarn, que cria perucas inspiradas nas princesas da Disney usando apenas lã. + Pai fantasia filha de pequeno Godzilla em vídeo adorável + Estas seis cabrinhas estão muito felizes por pular em […]

Por Tatiane Rosset Atualizado em 26 fev 2017, 14h13 - Publicado em 11 nov 2015, 18h33

ABRE04

Duas mães do Alasca encontraram uma maneira superfofa de ajudar garotinhas com câncer a realizar os seus sonhos: juntas, Holly Christensen Bree Hitchcok fundaram o Projeto Magic Yarn, que cria perucas inspiradas nas princesas da Disney usando apenas lã.

+ Pai fantasia filha de pequeno Godzilla em vídeo adorável
+ Estas seis cabrinhas estão muito felizes por pular em um trampolim

Eu sou enfermeira e já cuidei de pacientes com câncer no passado. Foi isso que me motivou. Nós fundamos o projeto quando descobrimos que a filha de dois anos de uma das minhas amigas de faculdade foi diagnosticada com câncer“, Holly comenta sobre a ideia.

Foram as dificuldades desta garotinha, que tinha longos cabelos loiros, que motivou a criação da fundação. A primeira obra de arte? Uma peruca inspirada na Rapunzel, da animação Enrolados.

002

Continua após a publicidade

003

Mas, em vez de confeccionar uma peruca normal, Holly escolheu usar uma lã bem mole para fazer os cabelos loiros — e o resultado foi incrivelmente positivo: “Ela amou!“, comentou a enfermeira para o Buzzfeed.

O plano era criar um projeto “pequeno, mas muito especial” que envolveria alguns amigos e conhecidos da igreja onde Holly trabalha. A brincadeira adorável, no entanto, acabou crescendo: “Eu usei o Facebook para pedir doações de lã e o meu pedido viralizou. Pessoas de todos os Estados Unidos e até da Escócia e da Austrália quiseram me ajudar“.

001

004

A dupla então montou uma pequena área de trabalho e convidaram voluntários para ajudar a preparar as perucas para as pequenas pacientes. A primeira reunião, em setembro, foi um sucesso — e a de outubro repetiu a dose. Até o momento, o projeto já produziu 80 perucas. Saiba como ajudar no link.

Dê sua opinião: O que você achou da iniciativa das amigas? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Continua após a publicidade
Publicidade