Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Após piada com doença, Nego Di se desculpa com Arlindo Cruz

O pedido ocorreu em retratação nas redes sociais; ex-participante saiu do BBB com recorde de rejeição

Por Redação VEJA São Paulo 19 fev 2021, 19h20

O humorista e ex-participante do BBB21, Nego Di, fez um desabafo em sua conta no Instagram, nesta sexta-feira (19), poucos dias após ter sido eliminado do programa. Na terça (16), ele saiu da atração com recorde de rejeição – teve 98,76% dos votos do público para sair da casa.

No vídeo, Nego Di disse que entrou no programa para dar vida melhor para a mãe e o filho, mas que errou muito, fez piadas idiotas, se ‘deixou ser manipulado’ e que só após a saída conseguiu perceber o quanto errou.

O ex-BBB aproveitou o espaço para se desculpar novamente pela piada que fez sobre o estado de saúde do sambista Arlindo Cruz, que se recupera de um AVC (Acidente Vascular Cerebral) sofrido em 2017. Desde então, o músico sofre com sequelas da doença.

“Não me orgulho de ter feito. Peço perdão para a família do Arlindo. Na época já havia pedido desculpas. Levantaram a bola novamente agora e peço perdão. Em nenhum momento parei para pensar o quão grave era, não pensei que podia ser minha mãe ou meu pai. Estou aqui para arcar com as consequências dos meus erros. Se quiserem entrar com uma ação ou processo, eu vou assumir com as consequências dos meus erros, porque sei que eu errei”, disse o humorista na retratação.

View this post on Instagram

A post shared by NEGO DI (@negodioficial)

O vídeo que mostra a piada de Nego Di expondo a condição de Arlindo viralizou nas redes sociais após o programa. “O Arlindo Cruz tá até hoje… Os caras postam foto dele e falam: ‘Recuperação a mil’. E ele está assim”, disse o comediante. Em seguida, o ex-participante do BBB21 fez uma careta que demonstra um rosto paralisado.

Com isso, Nego Di entrou para os assuntos mais comentados do twitter e muitos famosos se posicionaram para repudiar a fala e anunciar seu voto para ele sair da casa. Um deles foi Mumuzinho, que disse, em sua conta no Twitter, que “ficou feio demais falar do Arlindo. Foi falta de respeito”.

Antes de destacar o caso com o sambista, o ex-BBB também se retratou sobre outras piadas que fez no passado e já tinha se desculpado: “já tinha mudado meu posicionamento [sobre as piadas] antes mesmo de saber que tinha entrado no BBB. Em determinado momento eu percebi que o humor que eu tava fazendo machucava as pessoas”.

Arlindinho Cruz, filho do sambista, disse que a família pretende acionar a Justiça contra o posicionamento do brother sobre o AVC do seu pai: “Assim que você sair da casa, tomaremos as atitudes cabíveis, mexeu com a pessoa errada e com a família da pessoa errada! Que nojo!”, escreveu o herdeiro do artista em sua página em uma rede social.

Após o vídeo do humorista tirando sarro de Arlindo viralizar, cinco associações que dão apoio a pacientes que tiveram AVC se manifestaram sobre a fala e assinaram uma nota de repúdio. Nela, as instituições afirmam que não admitem comentários preconceituosos contra uma pessoa sequelada pela doença e apontou que piadas sobre o tema são “cruéis e desumanas”.

Confira a nota de repúdio na íntegra:

Nesta semana, dia 11 de fevereiro de 2021, veio a público um comentário infeliz do comediante Nego Di, atualmente participante do programa Big Brother Brasil (BBB21). No vídeo, o comediante debocha abertamente da reabilitação do cantor e artista Arlindo Cruz, que foi acometido por um AVC em 2017 e hoje vive com sequelas gravíssimas. 

O AVC é a segunda causa de morte no Brasil, mas a primeira causa de incapacidade no mundo, comprometendo diretamente funções físicas, cognitivas e emocionais. É preciso entender que, cada pequena conquista é uma vitória para os sobreviventes de AVC, sendo motivo para profunda comemoração pelo acometido e por seus familiares.

Portanto, está mais do que na hora de entender que as deficiências causadas pelo AVC atingem a autoestima, causam depressão e afastam pessoas do convívio, sendo considerado uma sentença de morte para muitos. É preciso respeitar não somente o paciente, mas todos os envolvidos neste contexto.

Muito importante saber que o crescimento de casos de AVC em jovens vem assombrando muitos cientistas do mundo todo. Algo que era considerado uma doença comum entre pacientes idosos, hoje não é mais. A estatística nos mostra todos os dias que um a cada quatro pessoas terá um AVC em algum momento da vida.

Nós, como Associação de Pacientes do Brasil, trabalhamos todos os dias para conter esta enfermidade causada principalmente pelo sedentarismo, estresse, má alimentação, tabagismo, entre outros. Lutamos diariamente para que haja inserção destas pessoas na sociedade, portanto repudiamos de forma veemente a atitude do comediante Nego Di.

Não vamos admitir mais preconceitos contra a pessoa sequelada de AVC. É cruel e desumano que continuem fazendo piadas sobre uma condição imposta por uma doença. Precisamos levantar esta bandeira do AVC mais alto!
 E sim, AVC tem tratamento!
 AVC merece respeito!

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade