Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Cleo Pires desabafa sobre boatos envolvendo a sua família nos anos 1990

Neste domingo (13), a atriz Cleo Pires desabafou em sua conta no Instagram sobre o pesadelo que passou com a sua família nos anos 1990. Ela queria dar apoio a José Aldo, que foi nocauteado pelo lutador Conor Mc Gregor em 13 segundos na luta do UFC 194, em Las Vegas, nos EUA. Cleo, filha […]

Por VEJA SP Atualizado em 26 fev 2017, 13h51 - Publicado em 14 dez 2015, 10h07
Reprodução / Instagram

Reprodução / Instagram

Neste domingo (13), a atriz Cleo Pires desabafou em sua conta no Instagram sobre o pesadelo que passou com a sua família nos anos 1990. Ela queria dar apoio a José Aldo, que foi nocauteado pelo lutador Conor Mc Gregor em 13 segundos na luta do UFC 194, em Las Vegas, nos EUA. Cleo, filha do cantor Fábio Jr., tinha 15 anos, quando foi vítima de boatos maldosos que diziam que ela mantinha relações sexuais com o padrasto, Orlando Moraes.

+ Silvio Santos, 85 anos: doze vezes em que ele foi “o” cara

+ Bufê Leopolldo fecha as portas

+ Artistas fazem desabafo político no ‘Domingão do Faustão’

Na época do boato, em 1998, a atriz Glória Pires parou de atender a telefonemas, cansada de ter que desmentir os rumores que rondavam a sua vida pessoal. Também resolveu viajar com as duas filhas, Cleo e Antonia, e o marido para os Estados Unidos por três meses para escapar das perseguições que sofria. “Estou cansada dessa história toda”, desabafou na época. “Não entendo essa loucura. Como uma situação completamente improvável pode ganhar tanta força?”

+ Boninho diz que Sonia Abrão é “chata pra c*” e recebe resposta à altura

Em sua postagem em rede social, Cleo Pires disse que a situação a levou ao fundo do poço e foi alvo de cochichos e dedos apontados quando andava na rua ao lado do padrasto. “As pessoas falavam impropérios pra gente na rua, foi horrível, muito triste mesmo”, escreveu.

Continua após a publicidade

+ Estreia do sétimo episódio de “Star Wars” empolga fãs paulistanos

Confira o desabafo de Cleo Pires:

“Aos 15 anos passei por uma situação que me levou ao fundo do poço. Alguém infeliz inventou uma história cruel e nojenta que alimentou a maluquice de muita gente. Forjaram uma nota dizendo que minha mãe tinha entrado em casa e tinha flagrado eu e meu pai (Orlando) na cama transando. Quando soubemos do absurdo que era essa história não demos bola, pensamos que ninguém em sã consciência acreditaria numa loucura dessa e não porque isso não exista por aí, mas porque quem nos conhecia sabia do amor profundo que temos um pelo outro e que esse amor passava bem longe do sexual. Meu pai Orlando foi um encontro espiritual nessa vida que transformou meu caminho em algo possível de ser vitorioso, então esse boato me machucou profundamente. Sempre passeávamos juntos quando minha mãe estava trabalhando e eu estava de férias da escola, andávamos grudados como pai e filha e de repente esse nosso comportamento genuíno e natural virou alvo de cochichos e dedos apontados. As pessoas falavam impropérios pra gente na rua, foi horrível, muito triste mesmo. Cruel.

Não desci, eu caí lááá no fundo do poço mas queria estar forte pra apoiar minha família pois o que mais me doía era ver eles sofrendo e gente inventando calúnias horríveis sobre nós com a maior propriedade.

Mas tudo isso me fez crescer muito e o laço entre a minha família se fortaleceu mais ainda, descobrimos o verdadeiro significado do amor… (resto do texto na minha pagina do face , link na bio) . A luta de ontem do Aldo me fez pensar mto sobre esses momentos. Sobre como é ruim perder, ser julgado publicamente, ser derrotado em algum momento da vida. E como isso faz parte de um processo saudável de ser um vencedor, um ser humano feliz e forte, e como eu acredito que esse tropeço vai fazer desse cara um homem mais forte e com um universo interior mais rico. Sempre dá m… em algum momento, o que muda tudo é como escolhemos usar essa circunstância. E mais cedo ou mais tarde o vencedor consegue transformar a derrota em degrau pra vitória. Tamo junto Aldo. #maisfortequeomundo . O que te derrubou e te deixou mais forte ainda? Poste e marque #maisfortequeomundo #goaldo”

+ 12 presentes sem noção que todo mundo já ganhou no Natal

+ Confira as últimas notícias 

E você? O que achou do desabafo de Cleo Pires? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Continua após a publicidade
Publicidade