Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Yasmin Brunet responde a supostos ataques da sogra, Simone Medina

Mãe de Gabriel Medina teria exposto ao filho uma lista de 'indecências' da nora, que envolveria filme pornográfico, aborto, homossexualidade e vídeo íntimo

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 15 out 2021, 10h33 - Publicado em 15 out 2021, 10h31

Yasmin Brunet foi às redes sociais para se defender de supostos ataques da sogra, Simone Medina, mãe do surfista Gabriel Medina. De acordo com informações do colunista Leo Dias, Simone teria exposto uma ‘lista de indecências’ da nora ao filho durante uma conversa de WhatsApp, citando filme pornográfico, aborto, homossexualidade e vídeo íntimo.

A modelo disse na publicação que estava se manifestando sobre notícias que circularam nesta semana. “Uma delas diz que existiria um vídeo íntimo meu em posse de uma familiar do meu marido. Essa informação não procede. Não existe tal material. E nunca existiu.”

Ela também disse que considera lamentável quererem diminuir uma mulher por exercer sua sexualidade. “Lutamos para sermos livres para fazer o que quisermos, para ocupar lugares que nos foram negados por anos e mais anos… Para sermos donas de nossos corpos e desejos.”

Falou também relações homossexuais e machismo. “Assim como a minha vida também não tem espaço para homofobia. Uma outra mentira criada para me atacar seria sobre um suposto relacionamento homoafetivo.”

Ela continua o texto dizendo que só se manifestou porque ela e o companheiro estão cansados de “espetacularização”‘. “Com ou sem vídeo, com ou sem um relacionamento homoafetivo, eu, todas as mulheres e todos os LGBTQIA+ merecemos respeito!”

A mãe de Yasmin, Luiza Brunet, compartilhou a mensagem em sua rede social dizendo que “Yasmin Brunet assim se responde com responsabilidade e respeito.”

View this post on Instagram

A post shared by Yasmin Brunet Medina (@yasminbrunet)

Continua após a publicidade

Publicidade