Clique e assine por apenas 5,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Cantora da polêmica no programa de Silvio Santos: “Não adianta processar”

Mulher comentou nas redes sociais caso no qual o dono do SBT foi acusado de racismo neste domingo (8)

Por Redação VEJA São Paulo - 9 dez 2019, 15h30

Silvio Santos entrou em mais uma polêmica após ser acusado de racismo durante seu programa neste domingo (8). Na ocasião, ele comandava uma competição de cantoras, e, entre as quatro participantes, a candidata negra recebeu mais votos da plateia. Ele, no entanto, decidiu premiar outra candidata, branca.

Jennyfer Oliver, a moça que foi preferida pelo público, falou sobre o episódio nas suas redes sociais. “Eu fiquei superconstrangida no momento, mas como demorou três semanas para ir ao ar, eu não podia mencionar nada sobre o assunto, e muito menos expor nada, porque o programa não havia passado”, contou ela pelo stories do Instagram.

Ele escutou as três cantarem, e quando chegou na minha vez, ele barrou, falou que a música era muito chata. Enfim, se a música era chata ele deveria ter parado pela primeira vez. E outra: quem escolheu foi a própria produção, não foi nenhuma de nós”, disse.

O apresentador escolheu a outra participante para premiar com mais 500 reais pela “beleza”. “O quadro era para cantoras, não pela beleza”, afirmou. “Mas todas as meninas eram lindas, na minha opinião, todas cantavam muito bem, e não é um programa de televisão que vai qualificar o que é melhor ou não.”

“A gente ganhou o dinheiro, pagamos as contas já, o Silvio vai continuar rico, podre de rico, e não vai adiantar nada ficar brigando pelo que a gente acha que está certo, porque o certo hoje é errado, e o errado é certo”, opinou.

“Não vai adiantar processar e ir atrás de direitos, porque aí eu vou ser prejudicada, nunca mais vou participar de emissora nenhuma. O que manda é o dinheiro, ele pode comprar advogado, pode calar minha boca“, finaliza.

 

Continua após a publicidade
Publicidade