Clique e assine por apenas 5,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

A avaliação de uma bola de praia gigante está dando o que falar

"Nós levamos essa bola para a praia e após passar duas horas enchendo o brinquedo, nós a empurramos para lá e para cá por 10 minutos de pura diversão"

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 6 fev 2018, 18h31 - Publicado em 6 fev 2018, 18h16

Se você já comprou qualquer produto na Amazon, sabe que os verdadeiros protagonistas do site de vendas on-line são as resenhas escritas por usuários: irônicas e muitas vezes malucas, as pequenas opiniões chamam atenção dos possíveis compradores. Foi o que aconteceu com um o usuário Reid Hamlin, que decidiu comprar uma bola de praia de 3,6 metros de altura.

Chamada de “The Beach Behemoth”, o produto diz que é como “uma bola de praia clássica, só que gigantesca”. Por algum motivo, Reid e seus amigos decidiram adquirir o brinquedo. A resenha começa bastante simples: “Nós levamos essa bola para a praia e após passar duas horas enchendo o brinquedo, a empurramos para lá e para cá por 10 minutos de pura diversão“. Parece promissor, não? “Foi quando o ventou a pegou e mandou a bola numa velocidade de 74 quilômetros por hora“. Ops!

A partir daí, Reid escreve a resenha mais inesperada da Amazon: “Ela destruiu tudo em seu caminho. Crianças gritaram em pânico ao ver o monstro inflável e gigante que destruiu seus castelos de areia. Homens adultos foram derrubados ao tentar salvar suas famílias“, diz a mensagem. “Quanto mais rápido corríamos atrás dela, mais rápido ela rolava. É como se a boa estivesse zombando da gente“.

Num determinado momento, nós paramos de persegui-la porque a sua trilha de lesões e destruição nos custaria uma fortuna em honorários legais. Rumores dizem que ela ainda pode ser vista perseguindo famílias inocentes nos planaltos da Flórida. Nós a perdemos na Carolina do Sul, então há algo a ser dito sobre a durabilidade do produto“, finaliza a resenha — a Flórida e a Carolina do Sul são separadas por 800 quilômetros.

A história inusitada foi compartilhada pelo usuário @_youhadonejob1 na segunda (5) e, desde então, já acumula mais de 10 000 curtidas e está dando o que falar no Twitter. Alguns internautas questionaram por que o rapaz deu duas estrelas para o produto. “É por causa da durabilidade“, explicou um jovem. Confira: 

Dê sua opinião: E você, o que achou da resenha inusitada? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Continua após a publicidade
Publicidade