Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Após boatos de gravidez, Jennifer Aniston publica desabafo e comove internautas

Em 11 de junho de 2016, o tabloide americano In Touch publicou na capa de sua revista a notícia de que a atriz Jennifer Aniston, da série Friends e muitos outros filmes, estaria grávida do marido, Justin Theroux — na época, ela desmentiu a informação, mas agora, um mês após a matéria, resolveu escrever um desabafo sobre a fofoca. + […]

Por VEJASP Atualizado em 26 fev 2017, 11h13 - Publicado em 13 jul 2016, 14h11

Em 11 de junho de 2016, o tabloide americano In Touch publicou na capa de sua revista a notícia de que a atriz Jennifer Aniston, da série Friends e muitos outros filmes, estaria grávida do marido, Justin Theroux — na época, ela desmentiu a informação, mas agora, um mês após a matéria, resolveu escrever um desabafo sobre a fofoca.

+ Mãe compartilha foto mostrando lado “sem censura” da maternidade e faz sucesso
+ Homem surpreende esposa com cetenas de rosas no último dia de quimioterapia

No site americano do Huffington Post, Jennifer Aniston publicou o texto “Só Para Deixar Registrado”, em que fala sobre as expectativas vividas por mulheres na atualidade — em grande parte por causa de notícias mentirosas como as publicadas pela In Touch, que viram a “barriguinha” da atriz e automaticamente a consideraram uma mulher grávida.

Deixe-me começar dizendo que comentar fofocas é algo que eu nunca fiz antes. Eu não gosto de dar energia ao negócio das mentiras, mas quero participar de um debate que já começou e precisa continuar. Já que não estou nas redes sociais, decidi colocar meus pensamentos aqui, num texto“, começa.

01

A longa mensagem fala sobre como o jornalismo de tabloide ajuda a moldar as expectativas de jovens mulheres: “Se eu sou algum tipo de símbolo para as pessoas, então eu claramente sou um exemplo para a maneira como nós, a sociedade, vê as nossas mães, filhas, irmãs, esposas, amigas e colegas mulheres. A objetivação e o escrutínio a que submetemos as mulheres é absurda e preocupante.

A maneira como eu sou mostrada na mídia é apenas um reflexo de como nós vemos e retratamos as mulheres de forma geral, medidas por meio de padrões deformados de beleza.

Às vezes, as normas culturais só precisam de uma perspectiva diferente para que nós possamos ver as pessoas pelo que elas realmente são — uma aceitação coletiva, um acordo subconsciente. Nós estamos no comando deste acordo.

Meninas de todos os lugares estão absorvendo este nosso acordo, passivamente ou de outras formas. E isso começa cedo: a mensagem de que meninas não são bonitas se elas não são incrivelmente magras, que elas não merecem a nossa atenção se elas não se parecem com supermodelos ou atrizes que estampam capas de revistas, é algo que todos nós estamos comprando de bom grado.

Esta condição é algo que as mulheres carregaram para a maturidade. Nós usamos notícias de celebridades para perpetuar uma maneira desumana para retratar mulheres, focando apenas na sua aparência física, que os tabloides transformam num evento esportivo de especulação. Ela está grávida? Ela está comendo demais? Ela se descuidou? O casamento dela está acabando porque as câmeras flagraram alguma ‘imperfeição’ física?“, comenta.

001

002

003

Jennifer Aniston também trata da pressão sofrida por mulheres para casar e ter filhos, como se elas se sentissem “incompletas” sem ambas as coisas: “Por isso que eu resolvi me pronunciar sobre este assunto: nós somos completas com ou sem um parceiro, com ou sem filhos. Nós podemos decidir por nós mesmas o que é beleza quando se trata do nosso corpo. Esta decisão é nossa, e apenas nossa. Vamos tomar essa decisão por nós mesmas e pelas jovens mulheres deste mundo, que olham para nós como exemplo. Vamos tomar esta decisão conscientemente, longe do barulho dos tabloides. Não precisamos estar casadas ou sermos mães para sermos completas. Nós determinados o nosso próprio ‘felizes para sempre“, desabafou.

Cansada dos muitos boatos sobre sua gravidez, a atriz afirma que a capa da revista In Touch a motivou a escrever o texto, apontando que existem notícias mais importantes além de seu filho fictício: “O recurso gasto pela imprensa atualmente, tentando revelar se eu estou ou não grávida (pela milésima vez, mas quem está contando?), aponta para a perpetuação da noção de que mulheres são, de alguma forma, incompletas, mal-sucedidas, e infelizes se elas não estão casadas e com filhos. Neste último ciclo entediante sobre a minha vida pessoal houveram tiroteios em massa, incêndios, decisões importantíssimas tomadas pela Suprema Corte, uma futura eleição, e mais inúmeras notícias mais valiosas que mereciam o investimento de ‘jornalistas‘”, comentou.

08

Nós precisamos decidir o quanto acreditamos no que está sendo servido e, talvez um dia, os tabloides serão forçados a verem o mundo através de uma lente diferente, mais humanizadora, porque seus consumidores pararam de consumir porcaria“, terminou o desabafo. Na internet, muitos elogiaram a coragem de Jennifer Aniston ao desabafar sobre o assunto. Confira os melhores comentários: 

Dê sua opinião: E você, o que achou do desabafo de Jennifer Aniston? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Continua após a publicidade

Publicidade