Clique e assine por apenas 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Novidades da cultura pop e da internet

Após 62 anos juntos, casal é forçado a viver em casas de repouso diferentes e choram a cada encontro

Anita e seu marido, Wolf Gottschalk, estão casados há 62 anos e, desde o primeiro dia, foram inseparáveis. Mas agora, após décadas de companheirismo, eles acabaram separados por causa de um sistema de saúde ineficaz, diz a neta do casal, Ashley Bartyik. + Após ser perseguida por 12 orcas, foca encontra refúgio em barco de turistas + Rapaz pede […]

Por VEJASP - Atualizado em 26 Feb 2017, 10h32 - Publicado em 29 Aug 2016, 15h02

ABRE01

Anita e seu marido, Wolf Gottschalk, estão casados há 62 anos e, desde o primeiro dia, foram inseparáveis. Mas agora, após décadas de companheirismo, eles acabaram separados por causa de um sistema de saúde ineficaz, diz a neta do casal, Ashley Bartyik.

+ Após ser perseguida por 12 orcas, foca encontra refúgio em barco de turistas
+ Rapaz pede namorada em casamento com adorável “trailer” feito em LEGO

A adolescente contou ao BuzzFeed que eles se casaram na Alemanha em 1954, apenas três meses após se conhecerem. Na sequência, eles se mudaram para Surrey, no Canadá, e começaram uma família. Hoje com 81 e 83 anos, respectivamente, eles foram separados e estão vivendo em casas de repouso diferentes. Todos os dias, a família faz uma viagem de 30 minutos para promover um encontro entre marido e mulher, sempre regado por muitas lágrimas e cada vez mais difícil.

Amigos, por favor leiam isso. Esta é a foto mais triste em que eu cliquei. Estes são os meus avós. Como vocês podem ver, ambos estão secando as lágrimas. Mas por quê? O registro foi feito em Surrey, um espaço dedicado às pessoas que estão esperando para entrar numa casa de repouso, onde o meu avô está. Após 62 anos de casados, meus avós estão separados há oito meses em virtude de atrasos do nosso sistema de saúde, que tem o poder de mudar o meu avô para a mesma casa de repouso da minha avó“, escreveu a jovem no Facebook, num post que já foi compartilhado mais de 10 000 vezes em poucos dias. Confira: 

Continua após a publicidade

001

O que mais preocupa a família são os problemas de locomoção e a demência de Wolf, que está cada vez mais severa: “Eles choram sempre que se encontram, e é de partir o coração. Para piorar a situação, ele foi diagnosticado com linfoma hoje. Além disso limitar seu tempo e transformar a mudança em algo ainda mais urgente, a demência dele está cada vez mais forte a cada dia que passa, mas as memórias dele sobre a minha avó ainda não desbotaram.

Nós tememos que, se eles continuarem vivendo separados por mais tempo, a memória dele será prejudicada. Essa é uma grande preocupação da minha família, não à toa nós fazemos uma viagem de 30 minutos todos os dias para levá-la ao encontro dele, na esperança de que ele não se esqueça dela“, explicou.

03

Continua após a publicidade

A família espera que o casal viva seus últimos dias juntos sob o mesmo teto mas, até o momento, o sistema de saúde não está ajudando. O avô está na lista de espera há meses, sem ajuda das autoridades, esperando por uma vaga numa casa de repouso. A notícia do linfoma também aterrorizou a família, que quer resolver a questão o mais rápido possível.

Agora, com a notícia do câncer, nossa luta para colocá-los no mesmo estabelecimento é ainda mais urgente. Ele não está recebendo o tratamento adequado no endereço onde ele está, além de não receber nenhuma fisioterapia, algo que nos foi prometido. Este é o único motivo pelo qual ele está numa cadeira de rodas, porque ele está há oito meses sem andar. Eles merecem isso. Financialmente, fisicamente e emocionalmente exaustos, eu e minha família estamos implorando pela a ajuda dos nossos amigos“, escreveu a jovem, pedindo a ajuda dos seguidores.

01

Nós contatamos as autoridades responsáveis, além de fazer requisições pessoalmente, mas nenhuma das nossas perguntas ou preocupações foram respondidas. Nós queremos justiça para os nossos avós que, após 62 anos juntos, merecem a chance de passarem seus últimos dias no mesmo prédio. Por favor, compartilhem essa história e marquem quem puderem“, pediu.

Continua após a publicidade

Dê sua opinião: E você, o que acha do apelo publicado pela neta nas redes sociais? Deixe seu comentário e aproveite para  curtir nossa fanpage no Facebook.

Publicidade