Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Anitta ganha apelido de internautas após defender a Amazônia

Cantora virou motivo de piadas ao gravar vídeo enfatizando importância da floresta no fornecimento de oxigênio ao planeta

Por Redação VEJA São Paulo 23 ago 2019, 10h48

As manifestações da cantora Anitta em defesa da Amazônia nas redes sociais estão rendendo assunto entre os internautas.

A cantora começou a ser chamada de “Anitta Rousseff” no Twitter, em alusão à ex-presidente Dilma Rousseff. Naquela época, a petista costumava virar meme com frequência por conta das declarações engraçadas que dava em coletivas de imprensa. Em uma delas, por exemplo, virou piada por ter saudado a mandioca.

Nesta semana, Anitta gravou um vídeo em que fala da importância do oxigênio fornecido pela floresta. Há alguns dias, a Amazônia tem sido atingida por queimadas.

“Não adianta se o dólar vai baixar. Não adianta se a economia vai bem, se ninguém tiver oxigênio. Porque sem oxigênio, o dólar vai ficar ali sozinho voando, ó”, diz a cantora na gravação. “Vai todo mundo morrer”.

Se a Amazônia deixar de existir, segundo ela, acabará também o oxigênio e, por tabela, todo o resto. “Quando o oxigênio acabar, todo mundo morre. O rico, o pobre, o preconceituoso, o não preconceituoso, eu, você, o animal”, explica.

“Só sobra o concreto, a parede, a casa, o dinheiro. Nem internet vai ter, porque, para a internet funcionar, precisa de gente. E gente não vai ter mais”.

Nesta sexta-feira (23), as piadas sobre a fala da cantora se espalharam pela internet, de modo que seu apelido (Anitta Rousseff) ficou entre os temas mais comentados no Twitter pela manhã.

Continua após a publicidade
Publicidade