Clique e assine por apenas 6,90/mês
Poder SP Por Sérgio Quintella Sérgio Quintella é repórter de cidades e trabalha na Vejinha desde 2015

Câmara aprova projeto que proíbe zoológicos e aquários na capital

Medida só vale para novos espaços, mas estabelece uma série de regras para os já existentes

Por Sérgio Quintella - Atualizado em 13 Feb 2020, 15h37 - Publicado em 12 Feb 2020, 19h34

Em votação simbólica, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou nesta quarta-feira (12) um Projeto de Lei que proíbe a instalação de novos aquários e zoológicos na cidade. De autoria do vereador Reginaldo “Xexéu” Trípoli (PV), o texto segue para sanção ou veto do prefeito Bruno Covas.

Para os espaços existentes na cidade, a medida estabelece uma série de proibições, como a captura de animais na natureza e a reprodução dos bichos em cativeiro. Nesse caso, os machos deverão ser separados das fêmeas. Além disso, os locais deverão adotar medidas para eliminação progressiva da exposição deles.

Para a visitação, a lei diz que os grupos deverão ser acompanhados de monitor selecionado pelo zoológico, para minimizar o estresse dos animais e promover a difusão de educação ambiental. “A população precisa entender o sofrimento dos animais encarcerados para entretenimento humano. Não dá mais para a gente trazer animais exóticos para expor no Zoológico de São Paulo, como rinocerontes, girafas, tigres e leões. E também não podemos mais deixar a procriação desses animais”, afirma o parlamentar.

 

Publicidade