Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Alessandra Rodrigues - Nutrição e Bem-Estar Por Blog

Porque você não pode fazer exercícios em jejum

Fazer exercício em jejum definitivamente não é uma boa escolha — é uma péssima escolha, por sinal, e é dever dos profissionais da área da saúde alertar para os riscos associados a esta prática. Muitos atletas acreditam que, fazendo exercício em jejum, irão emagrecer mais rapidamente. A verdade, no entanto, é que esta situação causa […]

Por VEJA SP Atualizado em 26 fev 2017, 19h40 - Publicado em 12 dez 2014, 19h52

Caminhada

Fazer exercício em jejum definitivamente não é uma boa escolha — é uma péssima escolha, por sinal, e é dever dos profissionais da área da saúde alertar para os riscos associados a esta prática.

Muitos atletas acreditam que, fazendo exercício em jejum, irão emagrecer mais rapidamente. A verdade, no entanto, é que esta situação causa justamente o contrário: você irá engordar, já que seu corpo usará sua massa magra para manter o fornecimento de energia durante o exercício, enquanto seu estoque de gordura continua preservado. Portanto, todo o trabalho que você tem se alimentando adequadamente e fazendo exercício para perder gordura e ganhar músculos estará sendo em vão. Além disso, seu metabolismo será reduzido — quanto menos massa magra, menor o metabolismo.

Durante a noite, passamos por um longo período de jejum. Mas, quando estamos dormindo, isso é normal (nossa taxa metabólica basal é reduzida e temos uma adaptação metabólica para esse período, onde praticamente todo o nosso corpo não consome energia). Além do prejuízo na composição corporal, o jejum durante os exercícios provoca também uma redução da glicose no sangue, resultando em tonturas, desmaios e até a perda da consciência. No passado, existia uma corrente que defendia a prática de atividades físicas sem ingestão de alimentos, mas com a evolução dos estudos existe um consenso de que carboidratos são fundamentais para um bom desempenho e eficiente queima de estoques de gordura.

Portanto nada de fazer exercícios em jejum e fuja de profissionais que te orientam para essa prática — ela não é nada saudável para o seu organismo e, certamente, trará consequências ruins para a sua saúde e também para a sua dieta.

Continua após a publicidade
Publicidade