Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Alessandra Rodrigues - Nutrição e Bem-Estar Por Blog

Enjoo na gravidez: dicas para diminuir o incômodo

Não é regra, mas ele costuma aparecer lá pela quinta semana e ir embora entre 12 e 13 semanas de gestação — e só quem tem ou quem já teve sabe como é ruim! E se você não teve esse enjoo, não queira senti-lo. É realmente muito incômodo e antes de completar a frase “pelo […]

Por VEJA SP Atualizado em 26 fev 2017, 22h24 - Publicado em 27 mar 2014, 11h54
(Foto: Image Source/Latinstock)

(Foto: Image Source/Latinstock)

Não é regra, mas ele costuma aparecer lá pela quinta semana e ir embora entre 12 e 13 semanas de gestação — e só quem tem ou quem já teve sabe como é ruim! E se você não teve esse enjoo, não queira senti-lo. É realmente muito incômodo e antes de completar a frase “pelo menos emagrece”, saiba que não compensa!

+ Saiba cortar corretamente o glúten da alimentação

A causa desse enjoo são as alterações hormonais que ocorrem no corpo da mulher nesse período.

Junto a ele pode vir uma perda de peso, que é preocupante se mantida após o primeiro trimestre ou se ocorrer em pacientes de baixo peso. Cuidado após o período de enjoo, pois o apetite aumenta e o estrago na balança pode ser grande!

A seguir seguem algumas dicas para ajudar:

♦ Preferir alimentos frios ou gelados à alimentos quentes

Continua após a publicidade

♦ Evite sopas, prefira saladas

♦ Cuidado para não abusar nas frutas, limite a quatro unidades ao dia, pois elas são fonte de frutose, que apesar de ser um açúcar natural, contribui  para um ganho de peso rápido

+ As diferenças entre os tipos de açúcar

♦ Prepare suco de limão, maracujá, acerola (sem adoçar) e congele em forma de gelo pequena. Chupe esse gelinho para amenizar o enjôo.

♦ Prefira alimentos secos como torradas, bolachas sem recheio (se possível, opte pelas versões integrais)

♦ Sorvetes de fruta sem leite são boas opções para os lanches! (prefira sabores cítricos)

♦ Evite grandes volumes de alimento, ou seja, coma a cada duas horas, porém, em pequenos volumes!

Lembre-se de sempre consultar seu nutricionista, em especial nessa fase para adequar a sua alimentação.

Continua após a publicidade
Publicidade