Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Alessandra Rodrigues - Nutrição e Bem-Estar Por Blog

As diferenças entre os tipos de açúcar

Existem hoje no mercado diversos tipo de  açúcar. O mais difícil mesmo é saber qual é o melhor para a saúde e quais os benefícios que cada um pode trazer ao nosso corpo. Então vamos lá aos atrativos de cada um! Açúcar cristal: no processo de obtenção do açúcar, o caldo de cana passa por várias […]

Por VEJA SP Atualizado em 26 fev 2017, 22h28 - Publicado em 19 mar 2014, 18h58
(Foto: FoodCollection/Latinstock)

(Foto: FoodCollection/Latinstock)

Existem hoje no mercado diversos tipo de  açúcar. O mais difícil mesmo é saber qual é o melhor para a saúde e quais os benefícios que cada um pode trazer ao nosso corpo.

Então vamos lá aos atrativos de cada um!

Açúcar cristal: no processo de obtenção do açúcar, o caldo de cana passa por várias etapas de cristalização e logo no início é que se obtém o açúcar mascavo. Após várias etapas de cristalizações e purificações, obtém-se o açúcar cristal.  Já o açúcar refinado é o mesmo que o açúcar cristal, só que mais finamente triturado e branqueado, possuindo aditivos para evitar o seu endurecimento em forma de blocos.

+ Comer a cada três horas é realmente importante?

Açúcar refinado: é um açúcar processado a partir do melado de cana ou do açúcar mascavo, e o produto deste processamento recebe a adição de gás sulfídrico e outras substâncias químicas para ficar claro. Nesse processo, o açúcar refinado perde vitaminas e sais minerais. O valor nutricional dele resume-se apenas a sacarose (mólecula de glicose + frutose), mas não traz nenhum teor de vitaminas, uma vez que estas se perdem durante o refinamento.

Continua após a publicidade

Açúcar mascavo: extraído da cana de açúcar, não passa por processo de refinamento, mantendo assim as vitaminas e sais minerais originalmente encontrados na cana, além de carboidratos simples.

+ Dez dicas para desinchar a barriga

Açúcar demerara: é um tipo de açúcar cristal, mas mais escuro porque não sofre processo de branqueamento. Apresenta valores nutricionais similares ao açúcar mascavo.

Açúcar orgânico: no plantio da cana não são usados adubos nem fertilizantes químicos. O processo de industrialização é livre de cal, enxofre, ácido fosfórico, folímetro e outros elementos adicionados ao produto refinado. Além disso, a embalagem do produto é biodegradável. No processo de refinamento este açúcar não chega a perder totalmente suas vitaminas, mas perde boa parte destas.

+ As combinações ideias para os sucos verdes

Açúcar light: existem vários tipos no mercado e são uma mistura de açúcar refinado com adoçante, o mais comum é o da União Light que é uma mistura de açúcar light e sucralose, já o Mid Sugar é uma mistura de açúcar refinado com aspartame. Por ser uma mistura de adoçante (edulcorante) com açúcar refinado, é também pobre em vitaminas e minerais, mas apresenta uma economia interessante de calorias para aqueles que estão de olho na balança mas não toleram adoçantes.

Continua após a publicidade
Publicidade