Clique e assine por apenas 6,90/mês
Notas Etílicas Por Saulo Yassuda Dicas, novidades e observações do mundo dos bares e das bebidas

Espumante gaúcho vence concurso francês e “some” das prateleiras

O 130 Blanc de Blanc, da Casa Valduga, deve voltar ao mercado ainda este mês

Por Saulo Yassuda - Atualizado em 12 jun 2020, 10h58 - Publicado em 9 jun 2020, 12h18

O 130 Blanc de Blanc, produzido na Serra Gaúcha, foi o considerado o melhor espumante na edição de 2020 do concurso internacional Vinalies Internationales, realizado em Paris. A bebida é elaborada pela Casa Valduga, de Bento Gonçalves (RS), desde 2016. Quem tenta comprar a garrafa pelo site da vinícola não encontra mais o produto.

Entrei em contato com o Grupo Famiglia Valduga para saber mais sobre o “sumiço”. Me enviaram a resposta: “tivemos um ruptura em função da alta demanda, mas temos a previsão de reabastecimento do 130 Blanc de Blanc já na segunda quinzena de junho”. Alguns e-commerce já têm feito pré-venda da garrafa. O preço sugerido é de 159,90 reais.

O concurso premiou oito categorias de bebidas, seis delas de vinhos. As amostras são provadas às cegas por um júri composto de 130 especialistas de quase 40 nacionalidades diferentes. Em média, são testadas cerca 3.500 garrafas no total para se avaliar aspectos visuais, olfativos e gustativos.

130 Blanc de Blanc: produzido apenas com chardonnay Divulgação/Divulgação

A linha 130 é comercializada desde 2005, e o número faz referência ao aniversário da chegada dos Valduga ao Brasil. A versão Blanc de Blanc é produzida desde 2016. Elaborada apenas com a uva chardonnay pelo método tradicional (o mesmo do champanhe), fica na garrafa em contato com as leveduras da fermentação por 36 meses. Atributos como “sabor de verão” e “paleta aromática rica e discreta” foram atributos conferidos pelo júri ao espumante.

O vencedor da categoria tinto do concurso foi o portugês Quinta de São Sebastião Reserva 2015, produzido na região de Lisboa. O título de melhor branco ficou para o U Venuše, da Vinařství Volařík, da República Checa. 

Veja vídeo que a Casa Valduga postou sobre o prêmio:

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Pessoas. Não importaria a tecnologia mais avançada ou as técnicas mais aprimoradas se não tivéssemos os colaboradores mais dedicados e comprometidos em fazer tudo dar certo. Premiações como o título de melhor espumante do mundo para o 130 Blanc de Blanc no 26º Vinalies Internationales, não seriam possíveis sem as pessoas que fazem a Casa Valduga funcionar. Esse é o nosso diferencial. Isso é coisa de famiglia. O melhor espumante do mundo por Daniel Dalla Valle, Enólogo e Diretor Técnico da Casa Valduga. #CasaValduga #Vinalies #Valduga #130BlancDeBlanc

A post shared by Casa Valduga (@casavalduga) on

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

Quer mais dicas? Siga minhas novidades no Instagram @sauloy.

 

Continua após a publicidade
Publicidade