Levedura tem self-service de chope e torneira de gim-tônica

Dez variedades de cerveja em barril podem ser provadas na casa

Não param de surgir, nos quatro cantos da cidade, lugares para beber chopes e cervejas artesanais. Além de o público boêmio buscar cada vez mais esse tipo de bebida, a abertura de negócios do gênero não demanda investimentos estratosféricos.

O novo bar com essa pegada é o Levedura, aberto em 30 de julho pelo publicitário Luiz Pereira. De pegada moderna, a casa que leva o nome dos organismos fundamentais na produção de cerveja, tem neons espalhados pelas paredes do salão de cinquenta metros quadrados.

A localização é privilegiada, quase na esquina das ruas Oscar Freire e Padre João Manuel, onde já funcionou a extinta St. Louis Burger Shop, dos mesmos donos da hamburgueria St. Louis. Para transformar a lanchonete na cervejaria foram necessários um investimento de 400 mil reais e uma reforma de quatro meses.

Prateleira de petiscos e torneiras de chope: estilo despojado

Prateleira de petiscos e torneiras de chope: estilo despojado (Divulgação/Divulgação)

É o próprio cliente que se serve. Para isso, deve pegar um cartão-comanda, carregá-lo e se dirigir-se às dez torneiras de chope. Ali, se decide a quantidade de bebida que vai por no copo — pode ser apenas um dedinho, para provar, ou uma taça cheia

Quatro chopes são fixos: o blond ale da catarinense Blumenau (39 reais o litro), o lager da paulistana Tarantino (29 reais o litro), o IPA da catarinense Sunset (37 reais o litro) e o witbier da paulista Unicorn (33 reais o litro). Outras seis variedades participam de um rodízio de estilos e marcas. Para complementar a oferta, há torneira de gim-tônica (95 reais o litro) e de sidra (75 reais o litro).

Sem cozinha, o bar dispõe de tira-gostos em pacotes, como a batata frita (24 reais, 150 gramas) e a tortilha crocante (19 reais, 200 gramas). Para fugir dos salgadinhos, dá para pedir delivery.

Com reportagem de Gabriela Del’Moro.

Levedura
Rua Padre João Manuel, 974, Jardim Paulista, tel. 2501-4386.
De segunda a sexta das 17h às 23h. Sábados das 11h às 23h. Domingos das 11h às 19h.

Quer mais dicas? Siga minhas novidades no Instagram @sauloy.

E para não perder as notícias mais quentes que rolam sobre São Paulo, assine a newsletter da Vejinha. É só clicar aqui.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s