Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Notas Etílicas Por Saulo Yassuda Dicas, novidades e observações do mundo dos bares e das bebidas

La Maison Est Tombée de portas fechadas

Bar do Itaim Bibi funciona até esta quinta (22); imóvel dará lugar a um Cafe de La Musique

Por Saulo Yassuda Atualizado em 25 fev 2017, 20h34 - Publicado em 22 dez 2016, 17h20

A casa caiu para o La Maison Est Tombée. Inaugurado em 2012 no Itaim Bibi, o bar encerra as atividades na noite desta quinta (22). O público tem até a 1h para bebericar o drinque derradeiro no salão de azulejos brancos e um sem-número quadrinhos pendurados.

De pegada francesa, o bar se mostrou um sucesso de público nos primeiros anos de funcionamento — conseguir uma mesa demandava uma invariável espera. Esses foram os velhos tempos, porém. “Nosso movimento noturno caiu cerca de 30% nos últimos meses”, afirma o proprietário Wellington Amaral.

Coincide com a queda de público a saída do grupo Tetra Bros do negócio, há cerca de um ano. Esse conjunto de sócios controla os concorridos bares Vaca Véia e Sóshots & Gin Club, na vizinhança.

Embora não estivesse em sua maior forma nos últimos tempos, o La Maison revelou no começo da operação nomes importantes para a cena gastronômica de São Paulo. Já passarem pela casa Laércio Zulu, considerado o melhor bartender do Brasil pelo concurso World Class, hoje no Grupo São Bento, e o chef Thiago Cerqueira Lima, atualmente no quatro-estrelas Sympa.

lo3d5756.jpeg
Pão de queijo recheado de carne de porco: porção hit da casa Mario Rodrigues

Em janeiro, começa uma reforma no espaço, que dará forma a uma unidade do Cafe de La Musique. Amaral continuará como investidor, mas a operação será tocada pelo selo famoso pelas festas bombadas. O mês previsto de abertura é abril.

Continua após a publicidade

Publicidade