Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Notas Etílicas Por Saulo Yassuda Dicas, novidades e observações do mundo dos bares e das bebidas

Bartenders badalados preparam drinques especiais de gim no Riviera

Tato Giovannoni, do Florería Atlántico, em Buenos Aires, e o premiado Alexandre D'Agostino, do Apothek, visitam o bar na terça (4)

Por Saulo Yassuda Atualizado em 3 dez 2018, 12h01 - Publicado em 3 dez 2018, 11h56

O atraente balcão vermelho do bar Riviera, estabelecimento fundado há setenta anos na Avenida Paulista, recebe nomes badalados da coquetelaria nacional e internacional para um noite regada a drinques de gim nesta terça (4).

O evento, chamado Guest 360, terá a presença do argentino Tato Giovannoni, dono do portenho Florería Atlántico. O bar de coquetelaria de Buenos Aires, cuja fachada é camuflada por uma floricultura, foi considerado o 39º melhor bar do mundo pela lista The World’s 50 Best Bars em 2018.

Todos os coquetéis serão preparados com a marca de gim de Giovannoni, Príncipe de los Apóstoles, e custarão 29 reais. O argentino sugere o negroni balestrini, defumado e com toque de eucalipto, e um coquetel de gim, Cynar, eucalipto, limão-siciliano e água tônica. 

Marco de la Roche: experiente bartender no balcão do Riviera Elvis Fernandes/Divulgação

Outro bartender premiado, desta vez pela mais recente edição COMER & BEBER, se juntará a Giovannoni. É Alexandre D’Agostino, dono do Apothek, em Pinheiros, considerado o melhor bar de drinques da cidade. D’Agostino, também foi considerado o melhor bartender de 2018 na mesma premiação.

No Riviera, ele faz um gim-tônica com toque de rum envelhecido, jerez fino e bitter de laranja.

Continua após a publicidade

Junto da dupla, um entusiasta do mundo da coquetelaria também ficará atrás do balcão. Se trata de Michel Berndt, sócio da marca de utensílios para fazer gelos Tuaq e dono do perfil Mix-o-LOGIC no Instagram. 

Drinque de Tato Giovannoni: gim, Cynar, eucalipto, limão-siciliano e água tônica Elvis Fernandes/Divulgação

Os convidados serão recebidos pelo bartender da casa, Marco de la Roche. “Todos os coquetéis da noite são muito refrescantes, com um toque amargo, cheio de especiarias. É uma fase de muitos temperos na coquetelaria”, acredita o anfitrião, que deixou os convidados à vontade para criarem as receitas. Além disso, de la Roche diz que os drinques são fáceis de serem reproduzidos fora do bar.

O bartender prepara novidades para o ano que vem. No segundo trimestre de 2019, lançará uma carta que diz ir além dos drinques. “Será algo mais sinestésico”, revela, sem maiores detalhes. O jeito é esperar para ver.

Com reportagem de Gabriela Santos

Quer mais dicas? Siga minhas novidades no Instagram @sauloy.

Continua após a publicidade

Publicidade