Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Na Plateia Tudo sobre teatro

Grátis, projeto apresenta dez monólogos curtos encenados no Teatro Unimed

"Dez por Dez" conta com minipeças de Bruno Mazzeo, Johnny Massaro, Denise Fraga e outros sete artistas

Por Saulo Yassuda Atualizado em 20 Maio 2021, 22h08 - Publicado em 21 Maio 2021, 06h00

A confluência de teatro e cinema é uma constante nos espetáculos da pandemia. Dez por Dez, um exemplo dessa fusão de linguagens, é uma exceção: sua origem vem antes da chegada da Covid-19. Trata-se de uma dezena de monólogos curtos, de dez minutos cada um, que os irmãos Guilherme Leme Garcia e Gustavo Leme adaptaram do projeto Ten X Ten, bolado para a televisão pelo dramaturgo e cineasta americano Neil LaBute.

Em diferentes espaços da sede do Teatro Unimed, o Edifício Santos-Augusta, como o restaurante Casimiro e o café Perseu Coffee House, foram registradas as minipeças em preto e branco, com a câmera estática e o ator ou atriz falando ao público. Toda quinta, duas histórias serão disponibilizadas no site do espaço cultural.

No dia 20, entraram em cartaz o monólogo em que uma mulher de 60 anos (interpretada por Ângela Vieira) narra sua relação que durou um único beijo e a marca até hoje, e o de um rapaz (foto; Johnny Massaro) de 20 e poucos anos que se mostra incomodado com a iminente calvície.

Os demais textos serão incorporados por Bruno Mazzeo, Chandelly Braz, Denise Fraga, Eucir de Souza, Ícaro Silva, Leopoldo Pacheco, Luisa Arraes e Pathy Dejesus. A realização é da Dueto Produções. Os vídeos ficam disponíveis até 11 de julho (10 min). Livre. Teatro Unimed (teatrounimed.com.br). Qui., 21h. Grátis. Até 17 de junho.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 26 de maio de 2021, edição nº 2739

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade