Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Na Plateia Tudo sobre teatro

Peça vê assassinato de Euclides da Cunha pelos olhos de Anna

A Tragédia da Piedade, como é conhecida, é tema de montagem gravada pelo Zoom

Por Saulo Yassuda Atualizado em 14 Maio 2021, 01h06 - Publicado em 14 Maio 2021, 06h00

Texto escrito por Mário Viana nos anos 80 e ainda inédito nos palcos, Anna rememora a chamada Tragédia da Piedade. O crime, ocorrido em 1909 no bairro carioca da Piedade, diz respeito ao assassinato de Euclides da Cunha. O escritor havia ido à casa do cadete Dilermando de Assis (Gustavo Moura), amante de sua então futura esposa Anna (Vera Lúcia Ribeiro), com a intenção de matá-lo, mas acabou sendo morto pelo militar. O ponto de vista da peça, gravada pela plataforma Zoom nas casas dos atores, é o de Anna, por meio de flashbacks. Direção de Gonzaga Pedrosa (100min). 14 anos.

Youtube (Veraluz Performance). Sáb. (15) e dom. (16), 20h. Grátis.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 19 de maio de 2021, edição nº 2738

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade