Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Randômicas Por Juliene Moretti Tudo sobre música, clipes, entrevistas e novidades dos shows.

Virada Cultural 2020 tem transmissões on-line de atrações

A programação, com mais de 400 apresentações e atividades, começa neste sábado (12)

Por Juliene Moretti Atualizado em 13 dez 2020, 14h46 - Publicado em 11 dez 2020, 08h55

A Virada Cultural deste ano vai acontecer. A 16ª edição do evento, que tem como tema Tudo de Arte, Nada de Aglomeração, está marcada para este fim de semana, nos dias 12 e 13 de dezembro. Ao todo, são 400 atrações entre apresentações e atividades on-line e intervenções urbanas espalhadas pelas regiões da cidade, sem aglomerações do público. A plataforma da Virada disponibilizará os links para as transmissões ao vivo das performances (clique aqui).

+ Assine a Vejinha a partir de R$ 5,90 mensais

Entre os principais destaques estão os shows transmitidos diretamente do Teatro Municipal. Estão escalados artistas como Elza Soares com Flávio Renegado (sábado, 20h), Arnaldo Antunes (domingo, 13h30), Criolo (sábado, 21h30), Elba Ramalho (domingo, 18h), Gloria Groove (domingo, 16h30), MC Kekel e Renan da Penha (sábado, 23h), Yasmin Santos (domingo, 15h), o Quarteto de cordas da cidade (domingo, 11h), a Orquestra Sinfônica Municipal (domingo, 12h15) e ainda o 3º Encontro Nacional de Mulheres na roda de samba, com Mart’nália e Fabiana Cozza (sábado, 18h30).

Gloria: show com transmissão on-line
Gloria: show com transmissão on-line Reprodução/Veja SP

Outro destaque é a atração Beethoven 250, em que treze pianistas se revezarão na execução das 32 sonatas de Beethoven, compostas entre os anos de 1795 e 1822, enquanto percorrem vias do centro. Cristan Budu, Leandro Roverso, Ricardo Ballestero, Beatriz Alessio, Guilherme Pozzi, Luciana Noda e Lucas Tomazinho são alguns dos convocados. Eles começam a circular pelas ruas no domingo, a partir das 7h. É possível assistir as transmissões ao vivo pela plataforma da Virada.

  • O projeto Jazz na Kombi também deve passear pelas ruas do centro. O Duo 014 passa, a partir das 18h, pelo Conjunto Nacional, Rua Augusta e Praça Roosevelt. Às 19h, O Jazz Não Morde sai da Rua Augusta, percorre as ruas Avanhandava e Martinho Prado e encerra na Praça Roosevelt. A DJ Mari G entra às 20h com um percurso maior. Parte da Rua Augusta, passa pelas ruas Martins Fontes, Avanhandava, Antonio Carlos, Consolação, Avenida Paulista e segue até a Praça Marechal.

    Já o Clube em Casa abre as portas para os DJs das baladas dos espaços que ficaram fechadas durante a pandemia. Marcam presença Aparelha Luzia, com discotecagens de festas como Discopédia e Batekoo, Casa Caracol, com Gop Tun, Akin e Milos Kaiser, Casa da Luz, com festas como Mamba Negra, Casa do Mancha, Fatiado Discos, com artistas como Jorge du Peixe, Mundo Pensante, com Nuts, Prato do Dia, com discotecagem de artistas como DJ Hum e KL Jay, e Tokyo, com festas como Pilantraji e Calefação Tropicaos. As transmissões começam a partir das 18h, do sábado.

    As atividades tomarão conta de seis teatros, nove centros culturais, treze casas de cultura e 22 bibliotecas e abordará as diferentes linguagens artísticas como artes visuais, circo, dança, literatura, moda, além de música e teatro. Segundo a secretaria municipal de cultura, essa edição teve o investimento de 6 milhões de reais.

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade