Clique e assine por apenas 5,90/mês
Randômicas Por Juliene Moretti Tudo sobre música, clipes, entrevistas e novidades dos shows.

Morre Eddie Van Halen aos 65 anos

Músico é considerado um dos maiores guitarristas do mundo

Por Redação VEJA São Paulo - 6 out 2020, 17h55

Morreu na manhã desta terça-feira, 6, o guitarrista Eddie Van Halen, em decorrência de um câncer na garganta. Ele era fundador do grupo de rock que levava seu sobrenome, ao lado de seu irmão, Alex.

O músico estava internado em um hospital em Santa Mônica, na Califórnia. Pelo Instagram, Wolf Van Halen, filho do artista, confirmou a morte e homenageou o pai.

View this post on Instagram

I can’t believe I’m having to write this, but my father, Edward Lodewijk Van Halen, has lost his long and arduous battle with cancer this morning. He was the best father I could ever ask for. Every moment I’ve shared with him on and off stage was a gift. My heart is broken and I don’t think I’ll ever fully recover from this loss. I love you so much, Pop.

A post shared by Wolf Van Halen (@wolfvanhalen) on

Eddie nasceu na Holanda, mas mudou-se com a família para a Califórnia ainda criança. Virtuoso, Van Halen é considerado um dos maiores guitarristas do mundo e a banda, surgida nos anos 70, uma das mais influentes do hard rock. Estão entre seus hits Jump, Eruption, Panama e Can’t Stop Lovin’ You. Eddie também é o responsável pelo solo da faixa Beat It, de Michael Jackson, um dos mais famosos no mundo.

 

Continua após a publicidade
Publicidade