Juliana Perdigão mostra novo disco, ‘Folhuda’

Composições foram feitas em cima de poesias de autores como Oswald de Andrade e Arnaldo Antunes

Poemas de Oswald de Andrade, Paulo Leminski, Murilo Mendes, Fabrício Corsaletti e outros escritores foram adaptados e musicados pela cantora Juliana Perdigão. o registro
está no disco Folhuda. Entre os destaques há duas faixas com trabalho de Angélica de Freitas: Mulher Limpa, que abre o CD, e Mulher Depressa, um rock acelerado com coro da própria Angélica mais Ava Rocha, Cecilia Lucchesi, Tulipa Ruiz e Iara Rennó. Vale conferir ainda Máquinas Líquidas, de Leminski.

Sesc 24 de Maio. Rua 24 de Maio, 109, centro, ☎ 3350-6300. Terça (6), 21h. R$ 30,00.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s