Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Mariana Barros - Morar em SP Por Blog

Aptos de 2 dorms salvaram o ano

O Secovi divulgou nesta semana o balanço anual sobre o desempenho do mercado imobiliário paulistano em 2012. Os números confirmam o que todo mundo já suspeitava: o ano passado foi um momento de retração. Segundo a entidade, foi um momento de ajustes do mercado, o início de uma nova fase “pós-euforia” do boom imobiliário. Foram […]

Por admin Atualizado em 27 fev 2017, 11h24 - Publicado em 20 fev 2013, 18h14

Apartamentos de dois quartos movimentaram metade das vendas de 2012

O Secovi divulgou nesta semana o balanço anual sobre o desempenho do mercado imobiliário paulistano em 2012. Os números confirmam o que todo mundo já suspeitava: o ano passado foi um momento de retração. Segundo a entidade, foi um momento de ajustes do mercado, o início de uma nova fase “pós-euforia” do boom imobiliário.

Foram vendidos 26.958 imóveis residenciais novos, número 4,8% menor do que o de 2011, que registrou 28.316 unidades comercializadas. Para os lançamentos, a retração foi bem maior, de 27% (27.835 unidades em 2012 contra 38.149 unidades em 2011). Em relação aos valores movimentados, a variação foi de 4,3% negativos.

O salvador da lavoura foi o apartamento de dois dormitórios. Sozinho, ele foi responsável por metade dos negócios fechados no ano passado. As vendas desse segmento ficaram até um pouquinho à frente das de 2011: 13.371 unidades ante 13.298 unidades. Já as vendas das unidades de três e quatro dormitórios esfriaram e ficaram aquém das taxas anteriores.

Com a desaceleração, os preços dos imóveis também parou de subir. A variação ficou em torno de 10%, índice próximo ao IGP-M, por exemplo, que registrou diferença de quase 8% entre janeiro e dezembro. Em 2011, a variação de preço havia chegado a 27%.

Para este ano, as previsões são de desempenhos melhores, com uma retomada gradual nos lançamentos. A ver.

 

Continua após a publicidade
Publicidade