Clique e assine por apenas 5,90/mês
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

Netflix: 20 filmes de ação eletrizantes

Chris Hemsworth interpreta um mercenário que precisa resgatar um adolescente indiano sequestrado por traficantes de Bangladesh

Por Miguel Barbieri - Atualizado em 30 jun 2020, 16h06 - Publicado em 24 abr 2020, 11h44

+ Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

Resgate > Não inova no roteiro, mas tem uma receita certeira para agradar aos carentes de filmes de ação. Chris Hemsworth, o Thor, interpreta Tyler Rake, um mercenário que vive isolado na Austrália e é recrutado para uma missão. Ele deve ir à Ásia para resgatar o filho de um barão indiano das drogas que foi sequestrado por um rival de Bangladesh. Em Daca, localiza o adolescente Ovi (Rudhraksh Jaiswal) e tenta fazer um acordo com seus raptores. Mero papo-furado. O cara enfrenta o bando de criminosos no muque e livra o garoto das mãos dos bandidos. A jornada rumo ao inferno está apenas começando, já que Tyler precisa chegar ao destino e, em seu caminho, haverá muitas barreiras. Hemsworth tem senso de humor, conforme demonstrou em Caça-Fantasmas e Maus Momentos no Hotel Royale, e aqui dá uma amostra do talento para a comédia. O foco, porém, está em sua força física, muito bem aproveitada pelo cineasta estreante Sam Hargrave, um ex-dublê. Como a produção é dos irmãos Joe e Anthony Russo (diretores dos dois últimos Vingadores), a realização parece ter sido conduzida em equipe. Explicam-se, assim, um fabuloso plano-­sequência ambientado dentro de um prédio popular e as eletrizantes sequências de perseguições e tiroteios.

A Noite Nos Persegue > Vem da Indonésia um dos mais irresistíveis, divertidos e palpitantes filmes de artes marciais. Os atores Joe Taslim e Iko Uwais interpretam amigos do passado que se tornaram­ rivais em gangues de traficantes distintas. Ito decidiu largar o crime após salvar uma garotinha de uma chacina, enquanto Arian saiu de Macau em direção a Jacarta para um acerto de contas. Como se pode notar, o roteiro genérico é apenas um pretexto para o diretor Timo Tjahjanto aproveitar o talento de seus atores em embates corporais de tirar o fôlego. É preciso gostar do gênero para embarcar na deliciosa brincadeira do realizador, que, no quesito pancadaria, faz Tarantino parecer peixe pequeno.

Fúria Feminina > Num raro filme vietnamita na Netflix, Van Veronica Ngo é uma cobradora de dívidas. O povoado rural onde ela mora com a pequena filha a despreza, sobretudo por ser mãe solteira. E a situação se complica quando sua menina é sequestrada. Sem poder contar com a ajuda da ineficiente polícia, ela descobre que a garota foi levada para Saigon e vai até lá em busca de pistas.

Wheelman > Frank Grillo interpreta um ex-presidiário que vai servir de motorista a dois ladrões num assalto a banco. Durante o roubo, recebe uma chamada em seu celular avisando-o de que precisa guardar a grana e abandonar os parceiros, caso contrário ele e o amigo que o contratou vão morrer. O que fazer? A realização do diretor estreante Jeremy Rush se diferencia por sair do lugar-comum. A câmera está dentro do automóvel quase em tempo integral e é como se fosse um personagem extra. Numa narrativa incomum, unem-se o dinamismo do carro em constante movimento com a claustrofóbica angústia do condutor à mercê do destino.

Atômica > Charlize Theron é a espiã inglesa que tem a missão de reaver uma lista valiosa com nomes de traidores, em Berlim. O diretor abusa de energia em sequências de perseguição em alta voltagem, aditivadas por uma trilha inebriante de hits dos anos 80.

Lucy > Scarlett Johansson interpreta Lucy, uma estudante americana em busca de novas experiências em Taiwan. Mas ela acaba sequestrada por uma quadrilha de coreanos, que querem usar a refém para transportar, dentro do corpo, sacolas que contêm uma nova droga azul. O plano do grupo desandará quando essa substância misteriosa entrar em contato com o organismo da jovem e ativar uma série de funções em seu cérebro.

Uma Saída de Mestre > Jason Statham, Charlize Theron e Mark Wahlberg se envolvem num grande assalto em Veneza, mas há um traidor no grupo.

Dose Dupla > Denzel Washington e Mark Wahlberg são amigos que estão prestes a roubar um banco. A trama, então, volta uns dias para registrar a confusão em que se meteram ao negociar com um traficante mexicano.

Bad Boys 2 > Muita ação envolve a nova missão da dupla de policiais interpretados por Will Smith e Martin Lawrence.

Próxima Parada: Apocalipse > Após um blecaute e um abalo sísmico na Califórnia, o personagem de Theo James decide atravessar os Estados Unidos, acompanhado do futuro sogro, para saber se sua namorada sobreviveu.

O Protetor > Denzel Washington interpreta um justiceiro que esconde um passado misterioso. Numa madrugada, ele conhece uma jovem prostituta (Chloë Grace Moretz) e simpatiza com ela. Ao descobrir que a adolescente é ameaçada por uma organização criminosa russa, ele planeja um ataque-surpresa e extermina uma facção dos bandidos.

Continua após a publicidade

A Identidade Bourne, A Supremacia Bourne e O Legado Bourne > A ótima trilogia sobre o agente secreto Jason Bourne, interpretado por Matt Damon foi só melhorando com o passar do tempo.

Velozes e Furiosos 1, 6 e 7 > A cinessérie estrelada por Vin Diesel e Paul Walker, iniciada em 2001 teve, na minha opinião, capítulos eletrizantes (estes que estou sugerindo) e outros mais fracos. O mais emotivo é o número 7, que marcou a despedida de Paulo Walker de forma melancólica.

Missão Impossível, Missão Impossível: Nação Secreta e Missão Impossível: Protocolo Fantasma > Eis os três melhores filmes da cinessérie estrelada por Tom Cruise, que vive o agente Ethan Hunt em missões secretas pelo mundo.

Quer me seguir nas redes sociais? Anote: 

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

 

 

 

 

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade