Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

Procure ver: dez boas cinebiografias de cantores

Chico, Caetano, Gil, Roberto Carlos, Paula Lavigne, Procure Saber, biografias autorizadas e não autorizadas… Muito está se falando sobre os livros que contam ou poderiam contar a vida dos artistas. Se pensarmos bem, também há poucos (e raros) filmes bons sobre cantores/compositores brasileiros. Fiz uma lista com dez longas-metragens que trazem cinebiografias bacanas. Procurei, além […]

Por Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em 26 Feb 2017, 23h47 - Publicado em 25 Oct 2013, 21h37

Chico, Caetano, Gil, Roberto Carlos, Paula Lavigne, Procure Saber, biografias autorizadas e não autorizadas… Muito está se falando sobre os livros que contam ou poderiam contar a vida dos artistas. Se pensarmos bem, também há poucos (e raros) filmes bons sobre cantores/compositores brasileiros. Fiz uma lista com dez longas-metragens que trazem cinebiografias bacanas. Procurei, além dos nacionais, me fixar em personalidades do universo pop/rock/soul. Faltou alguma? Escreva para mim! E se se gostou do post, curta a página do blog no Facebook.

Backbeat – Os Cinco Rapazes de Liverpool (1994) – Os primórdios dos Beatles na Alemanha cujo enfoque é a amizade entre Stuart Sutcliffe e John Lennon. Não avança muito no tempo, mas, para quem, é fã, já vale.

Backbeat: os primórdios dos Beatles

Cazuza (2004) – Embora sem passagens mais polêmicas da vida do grande compositor carioca, o filme embalou e emocionou quem (ainda) é fã de Cazuza, assim como eu. E, convenhamos, Daniel de Oliveira arrasou no papel.

Cazuza tem uma interpretação fabulosa de Daniel de Oliveira

Control (2007) – Gosto até hoje do som do New Order, banda que nasceu após a morte de Ian Curtis, o líder suicida do Joy Division, registrado neste drama impactante.

Continua após a publicidade

Control: a história da banda inglesa Joy Division, liderada por Ian Curtis

2 Filhos de Francisco (2005) – Luciano Camargo colaborou no roteiro dessa cinebiografia autorizada, dirigida com leveza, alma e coração por Breno Silveira.

2 Filhos de Francisco: a comovente história da famíla de Zezé Di Camargo e Luciano

Gonzaga – De Pai para Filho (2012) – Novo acerto de Breno Silveira, desta vez focando a vida de Gonzagão, o rei do baião, e sua conturbada relação com o filho, o também cantor Gonzaguinha.

Gonzagão e Gonzaguinha são retratados numa relação conturbada entre pai e filho

Johnny & June (2005) – Foi Reese Whiterspoon quem levou o Oscar (pelo papel de June), mas era Joaquin Phoenix quem merecia a estatueta por compor um Johnny Cash absolutamente fascinante.

Continua após a publicidade

Joaquin Phoenix merecia o Oscar pelo papel de Johnny Cash, mas foi Reese Whiterspoon quem ganhou

Piaf (2007) – A primeira vez que vi Piaf foi numa viagem de avião indo para Paris em férias (achava que o filme não seria lançado no Brasil). Desde então, fiquei encantando com a atuação de Marion Cotillard no papel-título. E não deu outra: ela levou um dos mais merecidos Oscars dos últimos tempos.

Marion Cotillard levou um merecido Oscar de melhor atriz no papel de Piaf

Ray (2004) – Outro Oscar merecido foi o de Jamie Foxx, que fez um Ray Charles extremamente idêntico ao original.

Jamie Foxx: performance arrasadora como Ray Charles

The Doors (1991) – Na pele de Jim Morrison, Val Kilmer ganhou o melhor papel e teve a melhor atuação de sua carreira.

Continua após a publicidade

Val Kilmer como Jim Morrison: a melhor atuação de sua carreira em The Doors

Tina (1993) – Também autorizada, a biografia de Tina Turner contou passo a passo, e com visão parcial, é claro, o inferno que ela viveu ao lado do marido Ike Turner.

A cópia e a original: Angela Bassett interpreta Tina Turner em biografia autorizada

A cópia e a original: Angela Bassett interpreta Tina Turner em biografia autorizada

Gostou deste post? Então clique aqui e curta a minha página do blog no Facebook e tenha mais informações sobre cinema

 

Publicidade