Para ver em casa: 3 filmes que dividem opiniões

'Safári', sobre turistas que caçam animais na África, é uma das polêmicas atrações

Recentemente, três filmes chegaram aos cinemas dividindo opiniões – e este post é, justamente, para alertar que você pode amar ou odiar as dicas abaixo. Safári foi um deles. Teve gente que achou sensacionalista, mas eu gostei muito da forma explícita como são mostrados os abatimentos de animais por caçadores na África.

A Câmera da Claire, ainda em cartaz, faz um apanhado do cinema do sul-coreano Hong Sang-soo: é verborrágico, lento, com longos diálogos, mas sempre colocados num contexto de relações humanas.

As Boas Maneiras, da dupla Marco Dutra e Juliana Rojas (a mesma de Trabalhar Cansa) reúne elementos de terror para contar uma história de incondicional amor materno numa São Paulo futurista.

Onde encontrar os filmes? Logo após meus comentários, está sinalizando em qual sistema de streaming você pode alugar.

SAFÁRI
O documentário embrulha o estômago, mas é obrigatório. Não dá ficar indiferente a tanta cruedade. Mostra um lado pouco explorado da África, mais exatamente no Leopard Lodge, na Namíbia, onde o diretor austríaco Ulrich Seidl colhe depoimentos de turistas, que caçam de gnus a zebras como hobby e, depois, exibem os animais como troféus. iTunes, NOW.

A CÂMERA DE CLAIRE
O diretor sul-coreano Hong Sang-soo é adepto de um cinema simples, muitas vezes verborrágico, mas sempre traz à tona uma história envolvente. Como a de Manhee (Kim Minhee) que, após ser demitida, vai conhecer uma poetisa intepretada por Isabelle Huppert, em Cannes. Looke, NOW.

Isabelle Huppert é uma poetisa e fotógrafa em A Câmera de Claire

Isabelle Huppert é uma poetisa e fotógrafa em A Câmera de Claire (Divulgação/Divulgação)

AS BOAS MANEIRAS
Vinda do interior para São Paulo, Ana (Marjorie Estiano) contrata Clara (Isabél Zuaa) como babá de seu filho que vai nascer. As duas a ter uma relação íntima durante a gestação. Na segunda parte do terror, Clara decidiu criar o menino sozinho e, aos 8 anos, ele demonstra um comportamento estranho nas noites de lua cheia. NOW.

Marjorie Estiano e Isabél Zuaa no terror nacional As Boas Maneiras

Marjorie Estiano e Isabél Zuaa no terror nacional As Boas Maneiras (Rui Pocas/Divulgação)

Quer me seguir nas redes sociais? Anote!

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s