Clique e assine por apenas 5,90/mês
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

Netflix e Amazon Prime Video: o terror pelo mundo em 18 filmes

Confira a lista com longas-metragens da Coreia do Sul, Índia, Espanha e Cuba, entre outros países

Por Miguel Barbieri - 17 set 2020, 16h57

Embora tenha alguns filmes americanos nesta lista, você vai encontrar algumas surpresas na filmografia de terror em outros países, como Coreia do Sul, Espanha e até Cuba. Aproveite!

#Alive (Coreia do Sul)
A energia do cinema sul-coreano se faz presente novamente neste novo exemplar da filmografia do país asiático. Não espere originalidade. Trata-se da velha história de zumbis, só que adequada ao confinamento dentro de um apartamento, algo que, coincidentemente, vivemos em 2020. O jovem Oh, interpretado por Yoo A-In (de Em Chamas), mora com seus pais, mas está sozinho em casa quando um vírus se espalha por Seul. Acuado, ele vê da janela as pessoas se transformarem em seres com força extra e apetite canibal. Os dias vão passando, o rapaz começa a perder as esperanças e a água e a comida estão terminando. É preciso, então, sair do estado de inércia para sobreviver. Além da ótima caracterização dos mortos-vivos e do ritmo frenético, o filme tem uma reviravolta em seus minutos finais em meio a momentos de tensão pulsante. Netflix.

Bulbbul (Índia)
Sem muito alarde, estreou em junho na Netflix essa história ambientada na Índia do início do século XX. Bulbbul (Tripti Dimri) foi prometida em casamento quando criança, achava que iria ser esposa de seu amiguinho, mas o noivo era o irmão mais velho dele. Já adulta e com o marido fora de casa, ela recebe a visita do cunhado, Satya, papel de Avinash Tiwary (no centro da foto), por quem sempre foi apaixonada. A chegada dele traz também uma onda de misteriosos assassinatos de homens na região, que são creditados a uma bruxa. Entre idas e vindas no tempo, a diretora Anvita Dutt, em seu primeiro longa-metragem, dá um toque feminista a uma história que explora bem o misticismo indiano. Netflix.

Aterrorizados (Argentina)
Um detetive e dois veteranos investigadores de elementos sobrenaturais se empenham em desvendar o caso de três residências vizinhas que tiveram a presença de espectros, em Buenos Aires. Aos poucos, a missão toma rumos inesperados — e apavorantes. Os sustos são poucos, mas a construção da ambiência sinistra e o desfecho abrupto (e assustador) contam pontos. Como estamos acostumados a ver filme argentinos focados no drama e na comédia, não deixa de ser uma rara (e boa) surpresa do país vizinho. Netflix.

Verónica (Espanha)
Torna-se ainda mais arrepiante saber que o filme foi baseado em caso real, ocorrido em Madri no início da década de 90. A adolescente Verónica (Sandra Escacena), de 15 anos, e duas amigas da escola decidem resgatar um tabuleiro ouija durante a passagem de um eclipse solar. Não dá outra: o espírito do pai de Verónica ressurge para atormentar a família dela. A partir daí, a garota e seus três pequenos irmãos são assombrados por espectros em casa. O cineasta valenciano Paco Plaza dirigiu com Jaume Balagueró a bem-sucedida cinessérie REC. Em trabalho-solo, consegue manter a tensão e o clima sobrenatural, mesmo que suas referências se espelhem no cinema americano de terror contemporâneo. Netflix.

É Você, Papai? (Cuba)
Lili (Gabriela Ramos) gosta tanto do pai que parece ter desenvolvido um complexo de Electra, já que nem se importa de ver sua mãe com os pés atados por um barbante e em cárcere privado. Mas algo vai desestabilizar ainda mais essa família disfuncional de uma região rural de Cuba. Após saber que sua esposa planejava uma fuga, Eduardo (Osvaldo Doimeadiós) desaparece. E Lili busca num ritual de magia negra a maneira de saber seu paradeiro. O terror aqui é em duas fases: realista, na questão do abuso doméstico, e sobrenatural, em seu terço final, quando a adolescente perde o juízo para colocar em prática a maldade da alma. Amazon Prime Video.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Hush — A Morte Ouve (EUA)
É o típico terror-clichê em que a história não importa e, sim, como o filme consegue surtir muito efeito com uma trama manjada. Uma escritora decidiu se isolar numa casa na floresta para poder trabalhar. Como ela é surda, não consegue ouvir os pequenos barulhos de um intruso mascarado, que vai tentar dar o bote a qualquer momento. Netflix. 

Viral (EUA)
Um vírus tomou conta do planeta e está fazendo vítimas por todos os cantos. À procura de sua mulher, um pai deixa suas duas filhas em casa e impõe uma condição: elas não podem colocar os pés na rua. Moradoras de um condomínio, as garotas, desencanadas, vão dar uma escapadinha. Começa aí uma noite regada a ataques de zumbis. Netflix. 

Invasão Zumbi (Coreia do Sul)
Quase todo ambientado dentro de um trem, o terror sul-coreano enfoca a angústia de um executivo divorciado que tenta conter um bando de zumbis a bordo. Netflix. 

O Hospedeiro (Coreia do Sul)
No terror que revelou o diretor sul-coreano Bong Joon-Ho (do novo Parasita), um sujeito fracassado acaba se tornando herói de uma cidade quando decide enfrentar um monstro que ataca as pessoas. Netflix. 

The Invitation (EUA)
Logan Marshall Green interpreta Will, que volta à casa onde morou com a ex-mulher para uma reunião com velhos amigos. Com novo companheiro, ela apresenta um comportamento estranho. As horas passam e o clima fica mais tenso. Pode não parecer um terror à primeira vista, mas a meia hora final arremata uma trama instigante. Netflix. 

A Noiva (Rússia)
A jovem Nastya (Victoria Agalakova) viaja até a terra de seu namorado para conhecer a família dele. Lá, percebe que os parentes fazem estranhos rituais durante a cerimônia de casamento. Netflix.

Continua após a publicidade

Midsommar (EUA/Suécia)
O filme caminha pelo terreno do horror psicológico por meio de uma viagem alucinante (ou alucinógena) numa aldeia da Suécia. É lá que quatro amigos vão festejar, com a estranha comunidade local, o solstício de verão. O convite parte do sueco Pelle (Vilhelm Blomgren), e Christian (Jack Reynor), sem saber lidar com a tragédia que se abateu sobre sua namorada (Florence Pugh), é obrigado a levá-la. Os rituais, que misturam música e folclore, têm início. Mas mal sabem eles o que se esconde por trás de um povo muito, muito esquisito. Amazon Prime Video. 

Pânico na Neve / Frozen (EUA)
O casal de namorados Dan (Kevin Zegers) e Parker (Emma Bell) mais o amigo dele, Joe (Shawn Ashmore), querem aproveitar os últimos momentos de uma breve estada numa estação de esqui. Mesmo com o teleférico prestes a encerrar o expediente, eles decidem subir ao topo da montanha outra vez. Mas algo tenebroso está para acontecer quando a energia é desligada e as luzes se
apagam. Amazon Prime Video. 

Pânico nas Alturas (Rússia)
Muito parecido com Pânico na Neve, o terror russo mostra com um casal de namorados e dois amigos (um homem e uma mulher) sobrevivem dentro de um bondinho de teleférico durante uma passagem de ano. Amazon Prime Video. 

A Hora da Sua Morte (EUA)
Internado num hospital para fazer uma cirurgia, um jovem encanou que vai morrer por causa de um aplicativo, o mesmo que avisou sua namorada do pouco tempo de vida que ela tinha. Após ouvir a confissão dele, a enfermeira Quinn (Elizabeth Lail, da série Você) decide baixar o app e, batata!, um cronômetro é acionado e a jovem tem poucas horas para lutar contra o destino fatal. Amazon Prime Video. 

REC (Espanha)
Uma repórter de TV e seu cinegrafista ficam presos num edifício junto com membros do corpo de bombeiros. O que se segue é uma apavorante jornada noite adentro. Amazon Prime Video. 

O Homem das Sombras (Canadá)
Mesmo não acreditando na “lenda” do homem das sombras, que rapta crianças durante a noite, uma enfermeira decide encarar a realidade após o desaparecimento de seu filho. Amazon Prime Video. 

O Grito (Japão/EUA)
Uma enfermeira americana que mora em Tóquio é assombrada por uma entidade vingativa. Amazon Prime Video. 

Quer me seguir nas redes sociais? Anote: 

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade