Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

Netflix, Amazon e HBO: 6 séries sobre crises e transformações dos jovens

Anne Hathaway protagoniza um dos episódios de Modern Love

Por Miguel Barbieri - Atualizado em 8 Jul 2020, 19h14 - Publicado em 8 Jul 2020, 15h57

Vi Master of None, que eu adoro, e Modern Love, e o Saulo Yassuda, meu colega de redação e repórter de bares da Vejinha, me ajudou a fazer e a escrever esta lista bem bacana sobre “jovens adultos”, que estão naquela “idade da incerteza” e são muito bem traduzidos nos personagens das seis séries abaixo.

Girls > Quatro amigas bem diferentes entre si vivem seus 20 e poucos anos em Nova York. Criadora da série ganhadora de dois prêmios no Globo de Ouro em 2013, Lena Dunham interpreta Hannah, uma recém-formada que sonha em se tornar escritora. Sua imaturidade e seus problemas de autoestima (cativantes, até) rendem boa parte dos dramas — e dos risos — da trama, junto com os das amigas Marnie (Allison Williams), que busca seu lugar no mundo, Jessa (Jemima Kirke), difícil mais impulsiva, e Shoshanna (Zosia Mamet), bobinha mas nem tanto. Revelado no seriado, o ator Adam Driver interpreta o namorado de Hannah. HBO GO.

Master of None > Dev (Aziz Ansari) é um ator de 30 anos que quer se dar bem na morna carreira e também com as mulheres. Em duas temporadas, vemos os erros e os acertos do protagonista e discussões sobre temas como o racismo (Dev/Aziz tem família de origem indiana), ao lado de amigos cheios de personalidade. A série venceu três Emmy e um Globo de Ouro, este pela atuação do comediante, também cocriador. No stand-up Aziz Ansari: Right Now, Ansari fala sobre uma acusação de assédio sexual. Netflix.

Todxs Nós > Aos 18 anos, Rafa (Clara Gallo), de gênero não binário (não se identifica como mulher nem como homem) se desentende com o pai, no interior. Busca, então, refúgio na casa de Vini (Kelner Macêdo), o divertido primo gay, que mora em São Paulo. Ele divide o apê com a melhor amiga, Maia (Julianna Gerais), feminista, vegana e funcionária de uma startup. Ainda que esquemáticos, os personagens ajudam a levantar discussões atuais a respeito de identidade de gênero, racismo e feminismo, sem perder o poder de entreter. A produção brasileira da HBO, dirigida por Vera Egito e Daniel Ribeiro e lançada recentemente, diverte ao mostrar como essa turminha enfrenta os problemas do cotidiano tendo a metrópole como cenário. HBO pelo NOW ou HBO GO.

Continua após a publicidade

Please Like Me > Josh, interpretado pelo comediante Josh Thomas, também criador da série, parece ter bom coração. Mas é egoísta, excêntrico e, muitas vezes, solta verdades pontiagudas. Ele mostra, no decorrer de quatro temporadas, suas inseguranças e trapalhadas ao se relacionar com a mãe depressiva, Rose (Debra Lawrance), com o melhor amigo engraçado, Tom (Thomas Ward), com o namorado que sofre de ansiedade, Arnold (Keegan Joyce)… A série se passa em Melbourne, na Austrália, o que dá um inusitado colorido local à trama. Netflix.

Modern Love > Inspirada em artigos do The New York Times, a série tem oito episódios curtos (cerca de meia hora cada um) e elenco bacana. Relacionamentos afetivos de várias formas são ambientados em Nova York. Dois deles se destacam. Anne Hathaway (foto) dá vida a uma advogada bipolar que tem dificuldade de achar um parceiro e o personagem de Dev Patel é o criador de um app de paquera que teve uma desilusão amorosa. Ainda que tenha uma resolução insatisfatória, a história da garota que, embora se insinue para o patrão, quer apenas amizade com um cara mais velho também traz à tona um conflito dos tempos modernos. Amazon Prime Video.

Looking > Parece uma versão gay de Sex and The City. A história, que tem duas temporadas e um longa-metragem, gira em torno de três amigos que vivem seus draminhas amorosos-sexuais-profissionais em São Francisco. Patrick (Jonathan Groff) é um designer de jogos e fica divido entre dois casos: com o chefe casado e com um barbeiro. Patrick mora com um amigo, o assistente de artista Augustín (Frankie J. Alvarez), que enfrenta problemas com um relacionamento antigo. Dom (Murray Bartlett), o mais velho da trupe, prestes a completar 40 anos na primeira temporada, sonha em abrir um restaurante e se envolve com o possível investidor. HBO GO e HBO pelo NOW.

Quer me seguir nas redes sociais? Anote! 

Continua após a publicidade

Facebook: Miguel Barbieri Jr. 
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: miguel barbieri jr 

 

Publicidade