Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Tudo Sobre Cinema

Morre Abbas Kiarostami, o mais famoso cineasta iraniano

Diretor de O Franco-Atirador, Michael Cimino morreu no sábado (2) e, hoje (4), o cinema perde outro grande diretor: Abbas Kiarostami. Cinéfilos e a Mostra Internacional de Cinema ficam órfãos de um realizador muito ativo, que deixa obras-primas como Gosto de Cereja (1997), que levou a Palma de Ouro no Festival de Cannes, O Vento […]

Por Miguel Barbieri Jr. Atualizado em 26 fev 2017, 11h17 - Publicado em 4 jul 2016, 17h54
Abbas Kiarostami tinha 76 anos

Abbas Kiarostami tinha 76 anos

Diretor de O Franco-Atirador, Michael Cimino morreu no sábado (2) e, hoje (4), o cinema perde outro grande diretor: Abbas Kiarostami. Cinéfilos e a Mostra Internacional de Cinema ficam órfãos de um realizador muito ativo, que deixa obras-primas como Gosto de Cereja (1997), que levou a Palma de Ouro no Festival de Cannes, O Vento nos Levará e Cópia Fiel.

De 1970, ano de seu primeiro curta-metragem, até 2013, data do documentário coletivo inédito Venice 70: Future Reloaded, Kiarostami fez mais de quarenta trabalhos. O departamento de cinema do Irã confirmou sua morte – desde março deste ano, Kiarostami tratava de um câncer na região gastrointestinal. Ele tinha 76 anos.

Digo que a Mostra Internacional fica órfã de um de seus mitos porque foi no mais importante evento cinematográfico de São Paulo que Kiarostami ficou conhecido. Foi durante a Mostra, por exemplo, que eu e tantas outras pessoas viram trabalhos que, posteriormente, chegariam aos cinemas, como Onde Fica a Casa do Meu Amigo? (1987), Close-Up (1990) e Através das Oliveiras (1994). Em 2004, a Mostra prestou uma homenagem ao cineasta, com lançamento de um livro e sua presença numa oficina de prática de cinema.

Kiarostami era o mais famoso cineasta iraniano fora do Irã. Não à toa, seu nome virou sinônimo de “cinema iraniano”, devido aos registros apurados que fazia de seu país.

Seu último filme-solo que estreou por aqui foi Um Alguém Apaixonado, em 2012, filmado no Japão. O diretor estava divorciado desde 1982 e, com sua ex-esposa, teve dois filhos. Vai fazer falta!

Morre o cineasta Michael Cimino

James Franco está em um embate com Bryan Cranston no primeiro trailler de ‘Tinha que ser ele?’

E mais!

Harrison Ford faz mudança radical no visual em viagem à Espanha

Brant Daugherty rouba a cena de Jamie Dornan nas filmagens de ‘Cinquenta Tons Mais Escuros’

Vídeo: Fernando Fernandes responde 23 perguntas inusitadas

Me siga nas redes sociais:

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Publicidade