Balanço do Globo de Ouro: o reconhecimento de Coringa e a falta de De Niro

A lista com os concorrentes foi divulgada nesta segunda e traz atores e filmes "esquecidos". O Irlandês vai disputar o prêmio de melhor drama com Coringa

Como todos os anos, os cinéfilos aguardam com ansiedade a lista dos indicados ao Globo de Ouro (confira aqui), que não deixa de ser uma prévia para o Oscar. E, como todos os anos, há surpresas e ausências, entre a previsibilidade.

A maior “falha”, sem dúvida, é a de Robert De Niro, que carrega O Irlandês de ponta a ponta. Foi uma tremenda esnobação, ainda mais que Joe Pesci e Al Pacino concorrem na categoria de ator coadjuvante e O Irlandês ainda pegou indicação de melhor filme/drama, direção (Martin Scorsese) e roteiro.

Outra ausência total foi a de Nós, de Jordan Peele, e, alguns podem discordar, de Yesterday, que tem um roteiro bem bacana e poderia entrar na categoria de melhor filme/comédia ou musical. Nem Lupita Nyong’o, que está ótima em Nós, foi lembrada. Eles preferiram Cynthia Erivo, do ainda inédito Harriet, já que as outras quatro eram praticamente certas.

Entre os atores de drama, Christian Bale, de Ford vs Ferrari, pegou, injustamente, a vaga de De Niro. Mais algumas surpresas: em atriz de comédia, a entrada de Cate Blanchett, por Cadê Você, Bernardette?, um filme que passou em branco, de Emma Thompson, pelo inédito Late Night, e de Beanie Feldstein, no quase insuportável Fora de Série (tem quem goste). Senti falta de Charlize Theron em Casal Improvável (mas ela entrou em atriz de drama por O Escândalo).

Aliás, Casal Improvável foi outro filme “esquecido”, assim como seu ator, Seth Rogen.

Mas vamos aos acertos. Finalmente, Coringa foi reconhecido como um dos grandes filmes do ano e conquistou indicações a melhor drama, ator (Joaquin Phoenix, meu preferido), trilha sonora e, ufa!, o diretor Todd Phillips, que foi ignorado em outras listas de premiações da crítica.

É uma pena que Almodóvar não tenha recebido indicação a melhor diretor e Dor e Glória e Parasita estejam só na categoria de melhor filme estrangeiro. Mas temos Tarantino e Bong Joon-ho disputando o prêmio de melhor diretor, respectivamente, por Era uma Vez em… Hollywood e Parasita.

Leonardo DiCaprio e Brad Pitt, felizmente, estarão lá tentando pegar seu Globo de Ouro por suas incríveis atuações em Era uma Vez em… Hollywood. Quem também fez bonito foi Dois Papas, do brasileiro Fernando Meirelles, conquistando quatro indicações: melhor filme/drama, roteiro, ator (Jonathan Pryce) e ator coadjuvante (Anthony Hopkins).

Dois filmes que estavam bem cotados também passaram em branco pelo Globo de Ouro: Uncut Gems (com Adam Sandler) e O Farol, com Robert Pattinson e Willem Dafoe. A Vida Invisível, que representa o Brasil no Oscar, também não se deu bem. A lista de filmes estrangeiros inclui dois franceses (Os Miseráveis e Retrato de uma Jovem em Chamas), o coreano Parasita, o espanhol Dor e Glória e o chinês The Farewell.

A premiação será no dia 5 de janeiro e, garanto, está difícil de prever o resultado.

Quer me seguir nas redes sociais? Anote: 

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s