Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

22 filmes que você nunca pensou encontrar na Netflix

Confira uma lista com títulos premiados em festivais, indicados ao Oscar, cults e clássicos

Por Miguel Barbieri - Atualizado em 26 dez 2019, 11h38 - Publicado em 26 set 2019, 15h32

Se você der uma boa vasculhada no acervo da Netflix vai encontrar filmes que jamais pensou que teria na plataforma de streaming. Fiz uma pesquisa e encontrei muitos longas-metragens que, convenhamos, não tem muito a “cara” da Netflix – e isso é ótimo. Filmes premiados no Festival de Cannes, um clássico de Orson Welles, longas-metragens vencedores ou indicados ao Oscar por países como Argentina e Noruega. Confira abaixo a lista com estes inusitados títulos.

The Stranger (O Estranho)
Um clássico de 1946, estrelado por Orson Welles, sobre uma investigação a respeito de um carrasco nazista. A direção também é de Welles.

A História Oficial
Vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro em 1986, o drama mostra como uma professora conservadora (a ótima Norma Aleandro) se deu conta do passado sombrio da Argentina na época da ditadura militar.

Ela Quer Tudo
Vencedor do Oscar 2019 de melhor roteiro, Spike Lee narra a trajetória de uma jovem, dividida entre três pretendentes. É o primeiro longa-metragem realizado por de Spike Lee, em 1986. Ele se tornaria muito famoso, três anos depois, com Faça a Coisa Certa.

Easy Rider
Um clássico da contracultura estrelado por Peter Fonda e Dennis Hopper sobre dois motoqueiros numa viagem de Los Angeles a Nova Orleans.

King Cobra
A vida trágica e a carreira de altos e baixos de Brent Corrigan, que, ainda muito jovem, virou um astro do cinema pornô gay em uma produtora caseira de um diretor homossexual. James Franco está no elenco.

Frances Ha
Muito antes de História de um Casamento, Noah Baumbach dirigiu Greta Gerwig nesta adorável comédia dramática sobre uma jovem que tenta ser bailarina, mas tem um destino errante.

Amores Canibais
Ana Lily Amirpour, diretora americana de origem iraniana, foi revelada em Garota Sombria Caminha pela Noite. Neste filme, que ficou inédito nos cinemas, a realizadora vai fundo na trajetória de uma jovem que, banida para uma terra desolada, tem de conviver com drogados e canibais.

Raw
Elogiado terror francês sobre uma jovem vegetariana que, após comer carne num trote da faculdade, ganha um apetite voraz. A diretora, Julia Ducournau, ganhou um prêmio da crítica internacional no Festival de Cannes 2016.

O Hospedeiro
O grande diretor coreano Bong Joon-ho, que ganhou a Palma de Ouro neste ano por Parasita, renova o gênero terror sobre uma criatura monstruosa que anda apavorando a cidade de Seul.

Assunto de Família
Vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes 2018, o belo drama japonês aborda o relacionamento de uma família atípica.

Divulgação/Divulgação

Elena
Petra Costa ficou muito conhecida nos últimos meses após a Netflix lançar seu novo documentário, Democracia em Vertigem. Antes, porém, a diretora havia realizado esse belo trabalho íntimo e intimista a respeito de sua irmã, que teve um destino trágico.

O Homem dos Músculos de Aço
Antes de virar ator e ficar famoso como o protagonista de Conan, o Bárbaro (seu primeiro grande papel no cinema), Arnold Schwarzenegger surgiu nesse documentário, que o acompanha num campeonato de halterofilismo.

Continua após a publicidade

Climax
Um grupo de dançarinos bebe, acidentalmente, uma bebida que foi “batizada” com LSD. A partir daí, as loucuras e pirações começam a brotar.

Thelma
Thelma sai do interior da Noruega para estudar em Oslo e, vinda de uma reprimida família cristã, se envolve com uma colega homossexual. Foi o candidato da Noruega ao Oscar 2018.

Imagem e Palavra
Rompendo com a narrativa convencional, o diretor Jean-Luc Godard mostra, em capítulos, a violência das guerras às contradições do mundo árabe passeando por trechos dos filmes A Greve (1925), O Expresso de Shanghai (1932), A Regra do Jogo (1939), Um Corpo que Cai (1958), Salò (1975)…

Histórias que Nossos Cinemas Não Contavam
O inusitado documentário brasileiro reconta o período militar do Brasil apenas com cenas de filmes eróticos e pornochanchadas.

Cena de Histórias que Nosso Cinema Não Contava: o Brasil só por meio de imagens de filmes Divulgação/Divulgação

Lagaan – A Coragem de um Povo
O drama indiano, que foi indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2002, se passa em 1890 e mostra como um arrogante britânico desafiou a população de uma cidade numa partida de críquete.

Temporada
Exibido nos cinemas em janeiro, o drama mineiro enfoca, com uma honesta simplicidade, o cotidiano de funcionários da prefeitura de Contagem no combate a endemias.

Cinema, Aspirinas e Urubus
No grande sucesso do cinema nacional, um alemão e um vendedor ambulante se unem nas estradas do Brasil e, juntos, levam filmes para serem exibidos à população carente.

Monsieur & Madame Adelman
O drama francês traz a trajetória de décadas de um casal às voltas com paixões, perdas, frustrações, danos, traição e morte.

Monsieur e Madame Adelman: 45 anos da trajetória de um casal Divulgação/Veja SP

Loev
No raro filme gay indiano, dois ex-namorados se reencontram para passar um fim de semana juntos. Jai mudou para Nova York e virou um empresário de sucesso enquanto Sahil ficou em Mumbai numa precária situação financeira.

Que me seguir nas redes sociais? Anote:

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade