Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

Festival É Tudo Verdade exibe 60 filmes grátis até 4 de outubro

Entre as atrações estão os documentários sobre Cid Moreira e o diretor Milos Forman

Por Miguel Barbieri Atualizado em 25 set 2020, 11h32 - Publicado em 23 set 2020, 14h19

O É Tudo Verdade — Festival Internacional de Documentários começa nesta quarta (23) e segue até dia 4 de outubro, no site etudoverdade.com.br (grande parte da programação será direcionada para a plataforma do Looke).

São sessenta atrações grátis, entre curtas e longas, mas, ATENÇÃO: os filmes têm dias e horários pontuais de exibição.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

O filme de abertura é A Cordilheira dos Sonhos, de  Patricio Guzmán, em que o diretor chileno desvenda os mistérios da cordilheira dos Andes em meio a um ensaio político sobre os avanços sociais do governo Allende (1970-1973) e a repressão da ditadura Pinochet (1973-1990). Exibição nesta quarta (23), às 20h30. 

Gostei muito de Forman vs. Forman, uma biografia toda narrada em primeira pessoa, de Milos Forman (1932-2018), que construiu uma filmografia singular. Nascido na então Checoslováquia, iniciou seus estudos de cinema em Praga, mas fez sua brilhante carreira nos Estados Unidos, onde realizou obras-primas, como Um Estranho no Ninho (1975) e Amadeus (1984), ambas premiadas com o Oscar. Com várias e várias imagens de arquivo com entrevistas, Forman vai contando sua própria trajetória, repleta de surpresas e reviravoltas. Sua vida daria um filme! O filme só passa no sábado (26), às 13h.

Há outras atrações estrangeiras interessantes, como Pão Amargo, exibido na quarta (1º), às 18h, que retrata um campo de refugiados sírios no Líbano, com enfoque na trajetória das crianças.

O tom político está em várias outras produções internacionais. Golpe 53 é sobre uma investigação, em agosto de 1953, sobre as relações do Irã com o Reino Unido e os Estados Unidos. Exibição no domingo (27), às 18h.

O Rolo Proibido trata de um movimento de cineastas afegãos em apagar o passado Talibã e mostrar um novo país. Exibição na segunda (28), às 18h.  

Entre os destaques brasileiros, Boa Noite traz o lendário Cid Moreira, apresentador do Jornal Nacional por quase três décadas. Duas sessões: terça (29), 21h, e quarta (30), 15h.

Continua após a publicidade

Libelu — Abaixo a Ditadura, de Diógenes Muniz, vai atrás dos jovens que participaram do movimento estudantil Liberdade e Luta, surgido em 1976. Também tem duas sessões: quarta (30), 21h, e quinta (1), 15h.

Vale também destacar a sessão especial de Utopia Distopia, no sábado (26), às 11h, em que o veterano realizador Jorge Bodanzky faz uma reflexão sobre sua juventude, na Brasília da década de 60.

Para quem gosta de documentários sobre música, duas opções: Os Quatro Paralamas, sobre o empresário de Herbert, Bi e Barone, no sábado (26), às 21h, e no domingo (27), às 15h e Jair Rodrigues – Deixa que Digam, na quinta (1), às 21h, e na sexta (2), às 15h.

Todas as informações sobre mais filmes, com dias e horários, estão muito bem explicadas no site do É Tudo Verdade (só clicar aqui).

  • Quer me seguir nas redes sociais? Anote: 

    Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
    Twitter: @miguelbarbieri
    Instagram: miguelbarbieri
    YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

     

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade