Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

Euphoria e Years and Years são dicas da Vejinha para a quarentena

Confira a opinião do redator-chefe Raul Juste Lores sobre as duas séries da HBO

Por Miguel Barbieri 23 abr 2020, 17h01

Estou convidando meus colegas de redação da VEJA SÃO PAULO para sugerir algo para você ver durante a quarentena. E a dica desta semana é do editor-chefe Raul Juste Lores, que escolheu duas séries: Euphoria e Years and Years, ambas da HBO. Confira abaixo o texto do Raul.

+ Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

“A série da Netflix de maior sucesso entre os americanos confinados é a bizarra A Máfia dos Tigres, sobre colecionadores polígamos de felinos no interior dos EUA. O filme de maior bilheteria na semana seguinte ao 11 de setembro por lá foi Os Outros, do espanhol Alejandro Amenábar, com Nicole Kidman, um suspense psicológico mórbido. Ao que parece, o espectador submetido a temporadas de tensão permanente opta por um escapismo nada light: ao ver esquisitices ou tramas sombrias, acaba suspeitando que sua vida não vai tão mal assim. Adepto dessa psicologia do choque, minhas sugestões aqui não são nada inofensivas. Euphoria, da HBO, revela como muitos adolescentes da geração Z já estavam praticando o distanciamento social muito antes de qualquer quarentena. Drogas, sexualidade fluída e muita, muita solidão marcam a série recente mais sofisticada nos quesitos visual e atmosfera. É serie sobre teens, mas para gente muito grande. Ainda revela a estrela Zendaya, a atriz mais hipnótica a ter surgido no audiovisual americano em anos. Euphoria é mais uma comprovação de que a TV americana superou, há tempos, o cinema. Sem a complacência do cinema patrocinado pelo Estado na Europa, nem refém do único público fiel das salas americanas (o adolescente, que só quer ver super-heróis e quadrinhos), como em Hollywood.

Agora, para entender a ignorância orgulhosa das carreatas da morte e as mentiras virais (compartilhadas por gente com escassez de leitura), outro bom programa, também na HBO, é Years and Years. No futuro próximo, Emma Thompson vive uma líder populista britânica em ascensão, cruzamento cruel e cômico de Trump com Bolsonaro. Imigração, refugiados, desemprego em massa e a tecnologia substituindo o corpo humano, está tudo lá. É a anti-The Crown: por trás de uma saga familiar com toques tragicômicos, explica de forma amarga a paralisia e a decadência do Ocidente. Apesar de certa derrapada no final, é uma distopia que faz refletir.

As séries estão disponíveis na HBO pelo NOW ou na HBO GO.

Continua após a publicidade
  • Quer me seguir nas redes sociais? Anote: 

    Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
    Twitter: @miguelbarbieri
    Instagram: miguelbarbieri
    YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

     

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade