Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

É grátis: mostra de cinema egípcio exibe 24 filmes inéditos

Exibido no Festival de Toronto, Sheikh Jackson tem exibição em agosto

Por Miguel Barbieri Atualizado em 30 jul 2020, 12h26 - Publicado em 30 jul 2020, 10h19

Exibido no Festival de Toronto em 2017, o curioso Sheikh Jackson revela faces distintas do Egito — o conservadorismo islâmico versus a modernidade da cultura pop. As contradições atingem o personagem Khaled, visto em três fases de sua vida. No presente, ele é casado e xeque radical de uma mesquita no Cairo. Como não consegue mais chorar, vai à procura de ajuda psicológica. Seu passado, então, vem à tona.

Quando criança, em Alexandria, perdeu a mãe e viveu com um pai machista e, na adolescência, foi “castigado” por ser fã de Michael Jackson e fazer imitações de seu ídolo. Esse é um dos 24 filmes da Mostra de Cinema Egípcio Contemporâneo, a primeira totalmente on-line do Centro Cultural Banco do Brasil, com longas e curtas-metragens produzidos entre 2011 e 2019. Sheikh Jackson tem exibição no dia 6 de agosto, às 19h. Fique atento aos horários das exibições.

Até 23 de agosto, dois títulos, diariamente e inéditos, serão exibidos de graça no site cinemaegipcio.com. Basta fazer o cadastro com o número do CPF. Haverá também sessões inclusivas, com legenda descritiva ou audiodescrição. A programação, com filmes e datas, também está no site.

Outra dica de filmes grátis é no Fantaspoa (Festival de Cinema Fantástico de Porto Alegre), que tem sua edição de 2020 totalmente on-line e de graça. Estão sendo exibidos 47 filmes, entre curtas e longas-metragens, originários de 29 países, até domingo (2). 

O acesso é pela plataforma digital da Darkflix (darkflix.com.br), por tablet, celular, computador ou app. Quem não é assinante deve fazer um registro com seu e-mail e, ao clicar em planos de assinatura, escolha a opção gratuita.

A partir daí, todo o conteúdo do festival estará disponível. Há produções inéditas da Argentina (Tóxico), Japão (Ghost Master), Kosovo (Zana), Estados Unidos (Sator e Aviva) e Finlândia (Ausente).

  • Quer me seguir nas redes sociais? Anote! 

    Facebook: Miguel Barbieri Jr. 
    Twitter: @miguelbarbieri
    Instagram: miguelbarbieri
    YouTube: miguel barbieri jr 

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade