Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

Cults dos anos 80 para ver na Netflix, Amazon, NOW, Looke, Belas Artes…

Uma das atrações é a comédia Curtindo a Vida Adoidado, com Matthew Broderick

Por Miguel Barbieri - 26 Mar 2020, 17h28

Streaming não se resume apenas à Netflix. Há dezenas de plataformas digitais, com filmes e séries que você nunca pensou encontrar. Depois de fazer uma lista com romances, desta vez encarei um “garimpo” para buscar alguns cults da década de 80. E, olha só!, descobri títulos que nem sabia que existiam no streaming.

Confira na lista abaixo. Muitos deles marcaram a minha geração – e se perpetuaram ao longo dos anos.

Asas do Desejo > O alemão Wim Wenders dirigiu, em 1987, esta pérola em preto e branco sobre anjos na cidade de Berlim antes da queda do muro. O ator Bruno Ganz, que morreu em 2019, interpreta um dos alados que, ao se apaixonar por uma trapezista, decide abrir mão da imortalidade e sentir as dores e os prazeres dos humanos. Looke (R$ 3,99).

Bagdad Café > Turista alemã nos Estados Unidos, Jasmin (Marianne Sägebrecht) é largada pelo marido na estrada, mas encontra abrigo num motel. É recebida com frieza pela dona do local (CCH Pounder) e tenta se adaptar à nova vida. Empoderamento feminino na década de 80 pela ótica do diretor Percy Adlon. Amazon Prime Video e Belas Artes à la Carte.

Continua após a publicidade

Blade Runner > Nem mesmo o diretor Ridley Scott poderia imaginar que sua ficção científica, quase ignorada à época do lançamento, em 1982, se tornaria uma pedra fundamental na história e referência para cineastas. A Los Angeles futurista, tomada por neons, outdoors digitais e androides caçados por um policial (Harrison Ford), ainda impressiona. Netflix.

Curtindo a Vida Adoidado > Quem não cantou e dançou ao som de Twist and Shout e vibrou com Matthew Broderick nas ruas de Chicago? O ator interpreta Ferris Bueller, o estudante que arma um plano para driblar o diretor e ter um dia de folga na escola. O diretor é John Hughes (1950-2009), um papa das comédias teen daquela década. Netflix.

O Declínio do Império Americano > Indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 1987, o drama canadense traz à tona discussões entre homens e mulheres durante um encontro de professores universitários. Enquanto eles preparam o jantar, elas batem papo num clube. A partir da metade, emergem calorosas revelações. Google Play (R$ 2,90).

Diva > Antes de realizar Betty Blue, o francês Jean-Jacques Beineix fez este estiloso suspense com deslumbrantes locações em Paris. Na trama, um jovem carteiro (Frédéric Andréi), apaixonado por um diva da ópera (Wilhelmenia Wiggins Fernandez), realiza uma gravação secreta de sua voz. Mas a fita cassete trará más consequências para ambos. Belas Artes à la Carte.

Continua após a publicidade

O Fundo do Coração > O filme naufragou nas bilheterias e provocou a falência da produtora de Francis Coppola, que recriou Las Vegas em estúdio. O resultado é um deleite visual, um musical iluminado por neons que conta a trajetória de um casal em busca de novos parceiros. Tem Nas­tassja Kinski (foto) no elenco e Tom Waits na trilha sonora. Belas Artes à la Carte.

Gremlins > Billy (Zach Galligan) recebe as instruções: não ter contato com a água, não alimentar após a meia-noite e não expor à luz forte. As orientações valem para que um fofo bichinho não se multiplicar e, assim, evitar que uns monstrengos sapecas apareçam. Começa aí a deliciosa comédia de terror de 1984. NOW (R$ 6,90, em 4K) e Looke (R$ 7,99).

Labirinto > Sarah (Jennifer Connelly) se envolve num labirinto mágico para tentar resgatar, em apenas treze horas, seu irmão. Na jornada, a jovem vai enfrentar como maior obstáculo o rei dos duendes, interpretado por David Bowie. O cantor ainda é autor das canções memoráveis da trilha sonora, como As the World Falls Down. Google Play (R$ 5,90).

O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas > A passagem da adolescência para a vida adulta foi muito bem captada neste emblemático drama teen sobre um grupo de amigos e seus problemas (até hoje atuais) do cotidiano. À época muito promissor, o elenco reuniu nomes como Demi Moore, Rob Lowe, Ally Sheedy e Andrew McCarthy. NOW (R$ 6,90).

Continua após a publicidade

Sid & Nancy — O Amor Mata > Chloe Webb e Gary Oldman interpretam Nancy Spungen e Sid Vicious. Ele era vocalista e líder da banda punk Sex Pistols, na Inglaterra da década de 70. Ao conhecer Nancy, Sid viu sua vida e carreira ir pelo ralo por causa das drogas pesadas e do álcool. Uma cinebiografia cercada por polêmicas. Belas Artes à la Carte.

Tron > Um hacker de computador é levado para um mundo digital e forçado a participar de jogos de gladiadores. Sua única chance de escapar é com a ajuda de um programa de segurança. A ficção científica marcou uma geração, não só pelos inovadores efeitos visuais como também pela engenhosidade de uma história visionária, lá no início dos anos 80. Netflix.

Quer me seguir nas redes sociais? Anote: 

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade
Publicidade