Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

Aparência de Matt Bomer impressiona em The Normal Heart, que ganha exibição na HBO

Você tem HBO? Tem programa para hoje à noite? Se as respostas foram sim e não, minha dica é ficar em frente à TV para ver, em primeira mão, o drama A Normal Heart, que o canal pago transmite às 22h. Haverá outras exibições: na HBO 2, por exemplo, passa na próxima segunda-feira, às 22h05. […]

Por Miguel Barbieri Jr. Atualizado em 26 fev 2017, 21h51 - Publicado em 31 Maio 2014, 16h00

Você tem HBO? Tem programa para hoje à noite? Se as respostas foram sim e não, minha dica é ficar em frente à TV para ver, em primeira mão, o drama A Normal Heart, que o canal pago transmite às 22h. Haverá outras exibições: na HBO 2, por exemplo, passa na próxima segunda-feira, às 22h05. Eu já vi o filme e garanto que, assim como em A Culpa É das Estrelas, dá para derramar muitas lágrimas.

Matt Bomer e Mark Ruffalo em A Normal Heart

Matt Bomer e Mark Ruffalo em A Normal Heart

Gostei do que vi. Ao invés de se alongar no tema, o roteiro concentra-se em três anos cruciais da epidemia da Aids. Começa em 1981 quando os primeiros casos começaram a surgir. Mark Ruffalo (o Hulk) interpreta Ned, um escritor que se dedica às causas sociais. Ao surgirem as primeiras mortes em virtude de um câncer que só atinge os homossexuais, ele vira um raivoso ativista que cobra da prefeitura de Nova York um maior esclarecimento e cuidados à comunidade gay.

Quer ter informações diárias sobre cinema? Venha conhecer e curtir minha página no Facebook.

Sem conquistar seu objetivo, Ned entra em contato com duas pessoas: uma médica paraplégica (interpretada por Julia Roberts), a única a se interessar pelos casos, e com Felix (Matt Bomer), um repórter gay do The New York Times. Você vai ver: em três anos, o governo americano em nada ajudou a investigar a doença e nem auxiliou os pacientes. Foi nesse período também que Ned e Felix passam a viver um romance arrebatadoramente comovente.

Julia Roberts interpreta uma médica no filme

Julia Roberts interpreta uma médica no filme

Continua após a publicidade

Achei o tratamento dado à Aids muito mais adequado do que o do superestimado Clube de Compras Dallas, que recompensou Matthew McConaughey com o Oscar 2014 de melhor ator. O diretor não poupa o espectador em mostrar os aidéticos com manchas no corpo nem as mortes horripilantes que muitos deles tiveram. É um filme de dores agudas, crítico e importante. E igualmente obrigatório para esclarecer que, por mais que existam tratamentos, a Aids, passados mais de trinta anos, não tem cura.

Matt Bomer em cena do filme, antes de contrair o vírus da Aids

Matt Bomer em cena do filme, antes de contrair o vírus da Aids

O elenco está formidável, mas quem surpreende mesmo é Matt Bomer. Homem de fina estampa, sarado e belos olhos azuis (foi até cogitado para viver o Christian Grey do filme Cinquenta Tons de Cinza), o ator perdeu 18 quilos para entrar de corpo e alma no personagem. A atuação deve lhe render ao menos uma indicação ao Globo de Ouro e ao Emmy (o Oscar da TV) no ano que vem.

Prepare-se para chorar muito em A Culpa É das Estrelas

A aparência de Matt Bomer depois de perder 18 quilos

A aparência de Matt Bomer depois de perder 18 quilos

Saiba quais são os filmes da segunda temporada de clássicos da Cinemark

Continua após a publicidade
Publicidade