Clique e assine por apenas 6,90/mês
Memória Por Blog Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.

Relembre musas de seriados de TV

Lindas e símbolos do poder feminino na televisão

Por Roosevelt Garcia - Atualizado em 1 Sep 2017, 17h02 - Publicado em 1 Sep 2017, 15h04

Antes da internet se tornar indispensável na vida das pessoas, a televisão era o grande meio de comunicação – e poucas coisas são mais características na TV do que os seriados. Grande parte dos adultos de hoje cresceu com a televisão como babá, e as séries de TV, em qualquer época, tiveram uma enorme contribuição para isso.

Quem acompanhava esses programas durante a infância e a adolescência se lembra com carinho das suas preferidas, e também guarda na memória os personagens mais marcantes. Hoje vamos relembrar algumas musas de séries clássicas:

Penny Robinson (Perdidos no Espaço)

Ainda criança no começo da série, ela se tornou adulta nos anos seguintes e protagonizou episódios que enalteciam sua beleza e juventude. Virou símbolo da geração Flower Power.

Divulgação

Jeannie (Jeannie É um Gênio)

A linda gênia que vivia em uma garrafa com suas roupas das 1001 noites estava sempre com a barriga à mostra. Mas só a barriga, porque seu umbigo era coberto com massa para não enfurecer a censura dos anos 60.

Continua após a publicidade
Divulgação

Uhura (Jornada nas Estrelas)

A lindíssima oficial cujo nome significa “liberdade” foi o símbolo de esperança de um futuro melhor, onde não exista segregação racial.

Divulgação

Mulher Gato (Batman)

Ela fez os olhos do homem-morcego brilharem e também os de todos os garotos da época. Até hoje, aliás.

Divulgação

Valerie Scott e Betty Hamilton (Terra de Gigantes)

Duas beldades perdidas em uma terra estranha, ambas sendo a donzela em perigo em um episódio e a heroína do dia no outro.

Continua após a publicidade
Divulgação

Agente 99 (Agente 86)

Nunca se soube o nome dela, todos a chamavam somente de 99, mas sua beleza e astúcia ajudavam muito o atrapalhado Maxwell Smart nos casos mais difíceis.

Divulgação

Mulher Maravilha

Desde os anos 70, a Mulher Maravilha é, com o perdão do trocadilho, uma maravilha. E a Lynda Carter é, novamente perdão, realmente linda.

Divulgação

As Panteras

Ao invés de uma musa, nessa série temos três! Ou melhor, seis, já que as atrizes foram sendo trocadas durante o programa, mas sempre mantendo o padrão de beleza.

Continua após a publicidade
Divulgação

Jamie Sommers (A Mulher Biônica)

Linda, super forte, rápida e com uma audição de fazer inveja. O reinado de Jamie Sommers só foi ameaçado quando ela resolveu cantar Feelings em um episódio.

Divulgação

Poderosa Isis (O Segredo de Isis)

Uma professora que se transforma em uma heroína vinda diretamente do Egito antigo era a mania entre as crianças dos anos 70.

Divulgação

Wilma Deering (Buck Rogers no Século 25)

Tem gente que acha a Coronel Deering a melhor coisa da série do Buck Rogers. Melhor até do que o robô Twiki!

Continua após a publicidade
Divulgação

Kate Mahoney (Dama de Ouro)

Policial durona, ela era cultuada nos anos 80 e gerou até uma versão nacional, chamada A Justiceira, com Malu Mader.

Divulgação

Dana Scully (Arquivo X)

Só sendo uma musa para aguentar as viagens alucinantes do Agente Fox Mulder na sua busca pela verdade que está lá fora. E ela continua fazendo isso, na nova versão de Arquivo X.

Divulgação

 Kelly Bundy (Um Amor de Família)

Ela não consegue caminhar e mascar chiclete ao mesmo tempo, mas foi responsável por grandes momentos na engraçadíssima série Um Amor de Família.

Continua após a publicidade
Divulgação

Caprica Six (Galactica)

Ela é linda, sensual, provocante…. e é uma torradeira! Não entendeu? Assista Galactica!

Divulgação
Publicidade