Dez receitas caseiras malucas do passado

Para cuidar da saúde ou dar um tapa no visual, relembre fórmulas nada comuns usadas antigamente

As soluções caseiras para as mais diferentes situações, sejam problemas de saúde ou simplesmente estéticos, hoje são encaradas com um certo desdém pelas novas gerações. Há algum tempo, porém, todo mundo jurava que elas funcionavam mesmo. Aqui estão algumas receitas meio controversas que as nossos pais e avós sempre usaram, e nunca ficaram decepcionados… ou pelo menos não admitiam isso. Em tempo: não garantimos a eficácia de nenhuma delas e nem sugerimos que você as teste em casa, ok?

  • Cenoura e batata para evitar rugas

Uma pasta feita de cenoura e batata amassadas, junto com bicarbonato de sódio e açafrão, parece uma ótima receita de um purê incrementado, mas na verdade era usada para passar no rosto e supostamente retardar o envelhecimento.

 (Reprodução/Veja SP)

  • Caracu com ovo para dar energia

Misturar a forte e tradicional cerveja escura com ovo e bater tudo no liquidificador ganhou com o tempo a fama de uma “vitamina afrodisíaca”. Muita gente ainda hoje varia a receita, colocando amendoim, mel ou açúcar, mas o mix original ainda é o mais conhecido. E isso, desde os anos 50, quando essa receita tinha até um comercial na televisão.

  • Anticoncepcional no xampu para fortalecer os cabelos

Um dia, alguém sugeriu que os hormônios contidos em uma pílula anticoncepcional eram um ótimo tratamento para deixar os cabelos fortes. Não demorou para surgir uma mania: colocar pílulas anticoncepcionais dentro dos frascos de xampu para que, ao lavar os fios, os hormônios agissem sobre o couro cabeludo. Claro que isso não tem o menor fundamento, mas muita gente usou.

 (Reprodução/Veja SP)

  • Miolo de pão para curar tersol

Quando aparecesse um tersol no olho, bastaria fazer um cataplasma de miolo de pão ou fécula de batata e água fervida e passar no olho até que a irritação supostamente sumisse.

 (Reprodução/Veja SP)

  • Bronzeamento com Coca-Cola

Alguém um dia resolveu testar um bronzeamento passando Coca-Cola no corpo. E não é que dá certo? O refrigerante facilita a absorção de raios ultravioletas, mas facilita até demais. Queimaduras graves foram relatadas por quem usava esse método, além de reações alérgicas na pele, portanto não faça isso!

 (Reprodução/Veja SP)

  • Colorau com óleo de bebê para bronzeamento instantâneo

Mais um segredo para bronzeamento: misturar semente de urucum, cuja forma seca e triturada conhecemos como colorau, com óleo de bebê e passar na pele. O bronzeado era rápido, segundo quem usava. E o urucum é comprovadamente bom para a pele, tanto que hoje existe óleo de urucum próprio para bronzeamento, mas naqueles tempos, a improvisação reinava.

 (Reprodução/Veja SP)

  • Água oxigenada para clarear os pelos do corpo

Realmente funcionava, se seus pelos não fossem muito escuros. Era só passar aquela água oxigenada de 30 volumes (que mais parece um creme) nos pelos e ficar ao sol, esperando descolorir. Algumas pessoas misturam a água oxigenada com um pó descolorante e até mesmo leite, para aumentar a chance de um  resultado satisfatório. Mas, muita gente deixou de usar esse artifício porque queimaduras eram comuns, causadas pelo excesso do produto.

 (Reprodução/Veja SP)

  • Biotônico e ovo de pata como fortificante

Receita do interior que muita gente tomou: um vidro inteiro de Biotônico Fontoura, três ovos de pata com casca e tudo e uma lata de leite condensado. Bater tudo em um liquidificador e colocar em uma garrafa escura, como as de cerveja (bem lavada, é claro). Fechar bem com uma rolha e deixar enterrado por um mês. Tomar uma colher de sopa duas vezes por dia. Diziam que era um senhor remédio pra fortalecer as crianças fraquinhas.

 (Reprodução/Veja SP)

  • Cerveja para cachear os cabelos

Se você não se importa em ter os cabelos cheirando à cerveja choca, essa era uma receita muito usada antigamente para dar brilho e cachear os fios. Bastava lavá-los com cerveja, depois de usar o xampu tradicional. O efeito durava pouco, mas foi muito usado nas décadas passadas.

 (Reprodução/Veja SP)

  • Café com Vick Vaporub pra subir a pressão

Essa eu nunca ouvi outra pessoa falar, mas sei que existiu porque aconteceu comigo. Quando eu era criança, minha pressão era normalmente muito baixa e de vez em quando caía ainda mais. Uma vizinha sugeriu à minha mãe misturar um pouco de Vick Vaporub com café e dar para eu beber, para aumentar a pressão. Não sei se funcionou, mas eu lembro o gosto horrível daquilo até hoje, quase cinquenta anos depois.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s