Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Memória Por Blog Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.

Conheça o passado do Parque da Juventude

Marco da Cultura nos dias de hoje, o Parque da Juventude, na Zona Norte, é atualmente o único centro em referência a cultura dos jovens na cidade. Com um projeto da arquiteta-paisagista Renata Grena Kliass, quem o vê hoje completamente pronto nem imagina o quanto o local já foi bem diferente. + Um rio bem diferente […]

Por Gabriel Bentley Atualizado em 26 fev 2017, 13h48 - Publicado em 16 mar 2016, 17h18
Parque da Juventude (Foto: Leo Feltran)

Parque da Juventude (Foto: Leo Feltran)

Marco da Cultura nos dias de hoje, o Parque da Juventude, na Zona Norte, é atualmente o único centro em referência a cultura dos jovens na cidade. Com um projeto da arquiteta-paisagista Renata Grena Kliass, quem o vê hoje completamente pronto nem imagina o quanto o local já foi bem diferente.

Um rio bem diferente do que vemos agora

Marcado historicamente por violação dos direitos humanos, degradação e violência, o Complexo Penitenciário do Carandiru foi construído na década de 20 e é eternamente lembrado pelo Massacre do Carandiru, em 1992. Em 2002 foi desativado e parcialmente demolido.

Em 2006 já foi inaugurada a primeira de três partes do projeto do parque, que hoje opera em sua totalidade. Ou seja, um cenário muito diferente, não?

Data da foto: 10/1992 Pavilhão 9, onde ocorreu o Massacre do Carandiru (Foto: Antônio Milena)

Data da foto: 10/1992
Pavilhão 9, onde ocorreu o Massacre do Carandiru (Foto: Antônio Milena)

Aproveite o espaço dos comentários para dizer o que você quer saber sobre a cidade de São Paulo do século passado!

Continua após a publicidade
Publicidade