Mais 10 brinquedos da nossa infância

Veja mais 10 brinquedos que todo mundo queria ter, mas que hoje, pouca gente se lembra

Lembrar os brinquedos da nossa infância nunca é demais. Já tivemos aqui uma lista com dez brinquedos inesquecíveis, agora temos mais alguns, cujas lembranças nos fazem querer voltar aos tempos de criança.

•    Tonka / Velotrol

 (/)

Os velocípedes radicais da Trol chegaram arrebentando nos anos 70, quando a coisa mais próxima deles que existia eram aqueles velhos triciclos tico-ticos de metal. O próprio comercial de TV mostrava corridas e manobras arrojadas, como cavalo de pau.
•    Vertiplano

 (/)

Um helicóptero ligado a uma haste, que a gente controlava por uma manopla. Hoje em dia parece simples, mas era bem legal tentar resgatar a cápsula espacial com o helicóptero, sem muita precisão, mas com muita diversão.
•    Brick Game

 (/)

Os primeiros joguinhos tinham apenas o Tetris na memória, mas com o tempo se transformaram em uma central de entretenimento com quase 10000 jogos, todos pequenas variações do mesmo princípio. Eram uma mania nos anos 80 por serem simples e baratos.
•    Meu Primeiro Gradiente

 (/)

Um gravador de fitas k7 portátil feito para crianças nos anos 80 e 90, com microfone, ótimo pra gurizada cantar suas músicas preferidas e gravar pra mostrar pros orgulhosos pais. Teve depois uns upgrades, com música digital, dois microfones e rádio FM, e mais recentemente virou uma linha de produtos, que inclui até tablet e câmera fotográfica, todos feitos especialmente para crianças.
•    Murphy

 (/)

O gorilão fez um sucesso inesperado entre os pequenos nos anos 80 e 90, provavelmente graças ao seu grunhido engraçado quando apertávamos sua barriga. Ainda hoje é um dos bonecos mais procurados por colecionadores de brinquedos.

•    Espirotot

 (/)

A gente criava desenhos incríveis com este brinquedo, que era um conjunto de réguas e gabaritos circulares. Quando o brinquedo apareceu, nos anos 70, até as professoras incentivavam os pais a comprarem o brinquedo para seus filhos.
•    Professor Corujinha

 (/)

Era um joguinho eletrônico de matemática para crianças das primeiras séries. A gente colocava o resultado de uma operação simples, e se estivesse certo, aparecia a carinha feliz do professor Corujinha. Em compensação, se errasse…
•    Hering Rasti

 (/)

Blocos para montar, no estilo Lego, mas com ênfase especial em veículos, e feitos de tal forma que os objetos montados ficassem bem sólidos. Os mais sofisticados vinham com motor, pra você por seu veículo pra rodar!
•   TCR

 (/)

O TCR da Trol era a evolução das pistas de corrida. Ele se baseava numa tecnologia diferente, que permitia que os carrinhos mudassem de pista, o que era impossível com o tipo de tecnologia do Autorama da Estrela. Ele também foi lançado com variações interessantes, saindo do ambiente de corridas. A série “Auto Estrada” trazia até caminhões.
•    Bola Canguru

 (/)

Era uma bola enorme, que a gente se sentava em cima e saía pulando! Quando o brinquedo apareceu por aqui nos anos 70, na mesma época do Vai-Vem e do Bate-Beg, era comum ver as crianças na rua pulando de uma lado pro outro com suas bolas. A mania sumiu rapidamente, mas ainda é possível encontrar o brinquedo fora do Brasil.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s